Loading...

Desfalcada, Seleção Olímpica inicia treinos no Egito

A Seleção Olímpica iniciou nesta terça (10) o período de treinos e amistosos no Egito visando as Olimpíadas de Tóquio, em 2021. Com muitos desfalques e cortes, o grupo se apresentou na segunda no Cairo, capital do país africano.

Elenco iniciou treinos no Cairo. Foto: Joilson Marcone/ CBF TV

Dos 23 convocados, apenas 18 atletas vão servir à seleção. O zagueiro Luiz Felipe e o atacante Antony, lesionados, não se apresentarão, assim como o lateral-esquerdo Ayrton Lucas, diagnosticado com a COVID-19, e o zagueiro Ibanez, que ficou em Roma devido ás restrições impostas pelo município relativas à pandemia. Por fim, o volante Bruno Guimarães foi chamado para a seleção principal.

Outros dois nomes que estavam na convocação inicial de Jardine foram substituídos. Pedrinho, lesionado, deu lugar a Tetê. Já Lucas Paquetá, também convocado para a seleção principal, cedeu espaço a Muro Júnior.

Quem passou pelo grupo principal e está de volta ao elenco olímpico é Matheus Cunha, que celebrou seu retorno em entrevista ao site oficial da CBF.

“É sempre especial estar na Seleção. É um orgulho e muita vontade de fazer o melhor. O nível é muito alto seja aqui ou na principal. Venho com mais experiência para fazer o melhor”, disse o artilheiro da equipe, com 14 gols.

A felicidade também é sentida pelo caçula do grupo. Reinier, de apenas 18 anos, comemorou sua convocação para a seleção olímpica.

“É sempre uma felicidade voltar a vestir a camisa da Seleção Brasileira. Uma honra para mim. Vou dar a vida pela minha seleção. A viagem foi longa, mas agora vamos trabalhar para chegar bem preparado para os jogos”, comentou.

Reinier foi um dos primeiros atletas a se apresentar; Foto: Joilson Marcone/ CBF TV

Após os atletas realizarem testes físicos pela manhã, André Jardine comandou um treino técnico-tática de cerca de uma hora na tarde desta terça, no Petrosport Stadium. O técnico não contou com o volante Wendel, que segue em recuperação física, e o goleiro Phelipe Megiolaro, que chegou ao Egito na noite de segunda e se juntará aos treinos nesta quarta.

A atividade, com dinâmicas de posse de bola em campo reduzido e ações ofensivas e defensivas no terço final, foi comentada por Lyanco, campeão do Torneio de Toulon em 2019. O zagueiro ressaltou o estilo de jogo que Jardine propõe, no qual os defensores são peças importantes.

“Quando a gente vem para cá, a gente sempre fala das Olimpíadas. Estamos fazendo um bom trabalho de preparação. O Jardine é um cara que gosta que o zagueiro saia jogando. É como o futebol é hoje. Ele estuda muito. Quando a gente chega aqui já sabe o jeito dele de jogar, já temos um grupo bem entrosado e isso ajuda muito para o treinador”, avaliou.

A seleção fará amistosos com a Coreia do Sul, no dia 14, sábado. às 11h (Horário de Brasília), e com o Egito, no dia 17. terça, às 16h (Horário de Brasília). Os dois confrontos serão disputados no Estádio Internacional do Cairo contra adversários que já garantiram suas vagas nas Olimpíadas.

Essa é a primeira reunião do grupo desde a conquista da vaga nos Jogos de Tóquio, com o vice-campeonato do Pré-Olímpico da Colômbia, disputado entre janeiro e fevereiro deste ano. A convocação prevista para março foi cancelada devido à pandemia e, com o adiamento das Olimpíadas, o limite de idade foi aumentado para 24 anos.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...