Loading...

Veja um resumo estatístico da primeira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior

A fase de grupos da 48ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior chegou ao fim neste domingo (8), definindo os 60 clubes que seguem na briga pelo título.

Apenas Grêmio/RS, Batatais/SP, Paulista/SP, São Paulo/SP, Corinthians/SP, Internacional/RS, Bragantino/SP, Goiás/GO e Avaí/SC conseguiram terminar com 100% de aproveitamento (três vitórias).

thumb-php
São Paulo foi o melhor entre todos os 120 participantes (Foto: FGF)

Botafogo/RJ, Novorizontino/SP, Atlético/MG, Ponte Preta/SP, Paraná Clube/PR, Penapolense/SP, Palmeiras/SP, Ferroviária/SP, Botafogo/SP, Independente/SP, Vitória/BA, Primavera/SP, Atlético/PR, Ituano/SP, Coritiba/PR, Ceará/CE, Taboão da Serra/SP, Bahia/BA, Flamengo/RJ, São Caetano/SP, Santos/SP, Figueirense/SP e Juventude/RS também passaram pela primeira etapa do torneio de forma invicta.

O Santos/SP, com cinco pontos somados, foi o primeiro colocado de pior campanha entre todos os 30 grupos. Outros dois fatos curiosos foram o Paulista/SP, líder com três triunfos por 1 a 0, e o Água Santa/SP que terminou na frente do Santo André/SP por causa do confronto direto, após empate nos seis critérios anteriores (pontos, vitórias, saldo, gols pró, cartões amarelos e vermelhos).

O Manthiqueira-SP conseguiu classificação com três empates, mas o Londrina, com a mesma campanha, teve outro destino e acabou eliminado.

Feio fizeram Brasília/DF, Novoperário/MS, Atlético Alagoinhas/BA, Paranoá/DF, Rio Claro/SP, Fortaleza/CE, Vitória da Conquista/BA, Genus/GO, CRB/AL, Pinheiro/MA, Luverdense/MT, Fast/AM, River/PI, Central/PE, que perderam todas as suas três partidas realizadas.

Com 15 gols marcados, o São Paulo/SP teve o melhor ataque, seguido pelo Corinthians/SP, com 13. Já o Atlético Alagoinhas/BA se despediu do torneio sem ter balançado as redes.

Ponte Preta e Paulista tiveram as melhores defesas, com nenhum gol sofrido. A pior coube ao Genus/RO, que foi buscar a bola na rede 16 vezes, seguida pela do Atlético Alagoinhas/BA, que levou 13 gols.

O melhor saldo de gols pertenceu ao São Paulo/SP, com 12, um a mais que o Corinthians/SP. Mais uma vez destaque negativo para o Atlético Alagoinhas/BA, com 13 negativos, sendo superado apenas pelo Genus/GO, com menos 14.

Ponte Preta/SP 7 x0 Atlético Alagoinhas/BA, na segunda rodada, foi a maior goleada da primeira fase. Nesta mesma rodada se registrou a partida com mais gols: Audax/SP 4 x 5 Floresta/CE.

Dos 60 clubes que continuam na luta pelo troféu, 39 são da Região Sudeste (32 paulistas, cinco cariocas e dois mineiros), nove do Sul (três de cada Estado: PR, SC e RS), oito do Nordeste (três pernambucanos, dois baianos, dois sergipanos e um cearense), três do Centro-Oeste (todos de Goiás) e um do Norte (do AC).

Deixe sua opinião

Loading...