Loading...

Técnico fala de investimento na base e destaque do Confiança de Sapé na Paraíba

O Confiança de Sapé já havia vivido dias de glória no futebol profissional quando foi campeão paraibano em 1997. Mas o destaque veio vinte anos depois, com o trabalho nas categorias de base. O time do interior soma dois títulos nos últimos três anos e, ao lado da Ponte Preta, lidera o Ranking DaBase na Paraíba.

Leandro Amaro foi campeão paraibano sub-15 em 2018. Foto: Divulgação/ Confiança

Além do vice-campeonato estadual sub-19 no ano passado, que deu ao “Bicho Papão do Interior” uma vaga na Copa São Paulo deste ano, o clube foi campeão sub-17 em 2017 e sub-15 em 2018, fruto do investimento feito em parceria com a Prefeitura Municipal.

Comandante da equipe infantil há dois anos e hoje responsável também pelo time juvenil, Leandro Amaro falou com exclusividade ao DaBase.com.br. De acordo com o treinador, o Confiança investiu em profissionais gabaritados para buscar sucesso no estado.

“Sob a gestão do presidente Wilson Nascimento, a base vem bastante valorizada. Ele procurou convidar os melhores professores da região para ficarem a frente das equipes. Fomos campeões sub-17 em 2017 com Mecias Cavalcante, sub-15 em 2018 comigo e com o Mecias, e no ano passado o Cezar Wellington nos levou à Copa São Paulo depois de perdermos a final para o Perilina nos pênaltis”, disse.

Os números comprovam a afirmação de Leandro. Mecias Cavalcante é tricampeão estadual, uma vez pelo Spartax e duas pelo Confiança, enquanto ele também já havia conquistado um título no estado, pelo Avaí, antes de vencer pelo clube do interior.

O Confiança de Sapé, cidade de 52 mil habitantes localizada a cerca de 55 km da capital João Pessoa, divide sua estrutura da base em três núcleos. Em Mari, as equipes sub-15 e sub-17 são trabalhadas por Mecias Cavalcante, enquanto em João Pessoa quem desenvolve as mesmas categorias é Leandro Amaro. Na sede do clube, em Sapé, Cezar Wellington comanda o time sub-19.

Confiança conta com equipes formadas em três cidades. Foto: Divulgação/ Confiança-PB

Além de campos de treinamento, o clube vem construindo um estádio e conta com um alojamento para 17 atletas, que fica disponível entre dois e quatro meses, durante a realização das competições de base estaduais e nacionais. Para a composição dos times, Leandro conta que são feitas seletivas entre os núcleos.

“Temos 170 atletas em nossos três núcleos, sendo cerca de 60 só em João Pessoa. A maioria é da região. Fazemos peneiras no início de cada ano para captar ovos jogadores e, quando temos as competições realizamos seletivas para formarmos equipes em torno de 24 meninos”, explicou.

Entre os objetivos do clube, o treinador ressalta que a educação dos jovens e a revelação de atletas para a equipe profissional são os principais. Hoje  Confiança disputa a Segunda Divisão estadual, além dos torneios sub-15, sub-17 e sub-19, promovidos pela Federação Paraibana.

” A educação vem em primeiro lugar. Queremos contribuir para a sociedade através do esporte. O atleta pode não se tornar profissional, mas será um cidadão de bem. Nossas atitudes são o trabalho de todos do clube para formar o atleta cidadão. Profissional ou não, eles ganham muito aprendizado”

“Além disso, buscamos formar atletas para nosso time profissional. 60% do nosso elenco vem das categorias de base. Depois da Copa São Paulo, também revelamos atletas para outros clubes. Três meninos ficaram em São Paulo para terem novas oportunidades”, completou Amaro.

Mas promover futebol de base na Paraíba não é uma missão fácil. Com pouca estrutura e investimento, os clubes dependem da federação, que realiza suas competições somente em um semestre devido à falta de recursos. Apesar pouco calendário, Leandro vê uma evolução, mas ainda muito aquém doas regiões Sul e Sudeste.

“O futebol paraibano vem se reestruturando, as categorias de base estão sendo reformuladas, reforçadas com comissões técnicas profissionais, sempre inovando, procurando revelar atletas para o profissional. Não estamos no patamar do Sul e Sudeste, mas já nos equiparamos aos estados vizinhos, como Rio Grande do Norte, Alagoas, e a tendência é crescer a cada vez mais”, afirmou.

Equipe sub-17 do Confiança disputou Copa do Brasil em 2019. Foto: Divulgação/ Confiança-PB

A pandemia do novo coronavírus é outro obstáculo no desenvolvimento do futebol de base local. De acordo com o treinador, a federação pretende remarcar o estadual sub-19 para o fim de agosto, enquanto os torneios sub-15 e sub-17 não têm previsão para serem realizados.

“Infelizmente o aprendizado foi interrompido por força maior. Estamos aguardando as autoridades liberarem a prática esportiva para retornarmos, mas a previsão é para agosto. Já estávamos preparados para iniciar a disputa do Paraibano sub-19, mas tivemos que parar todas as atividades da base. Enquanto isso cada atleta segue seus treinamentos em casa, de forma individual”, contou.

Leandro finaliza mantendo o otimismo, mas dizendo que é preciso o cuidado contínuo da CBF para manter o Brasil como um país formador de talentos.

“O futebol de base no Brasil vem se estruturando bastante. Somos pioneiros em formar atletas para outras partes do mundo. Infelizmente nem todos os clubes têm dinheiro para investir e acabam passando dificuldade. É importante que a CBF sempre ajude todas as federações e incentive a realização dos estaduais de base e as competições nacionais”, concluiu.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...