Loading...

Com final emocionante, São Paulo vence Athletico-PR e segue no Brasileirão Sub-20

O São Paulo conquistou uma classificação eletrizante às semifinais do Brasileirão Sub-20. A equipe levou o empate do Athletico-PR no fim, mas buscou a vitória por 3 a 2 nos acréscimos, na tarde desta segunda (25), no Estádio Marcelo Portugal, em Cotia, pelo duelo de volta das quartas de final.

Beraldo foi de vilão a herói. Foto: Rubens Chiri/ saopaulofc.net

Nas semifinais, o Tricolor enfrentará o vencedor do duelo entre Flamengo e Vasco, que fazem a partida de volta nesta terça (26). Na ida, o Cruzmaltino venceu por 2 a 1. A CBF ainda definirá as datas, horários e locais dos jogos.

Antes, o sub-20 tricolor entra em campo pela terceira rodada da segunda fase do Paulistão. A equipe visita o XV de Piracicaba na quinta (28), às 15h, no Barão de Serra Negra, em Piracicaba.

O jogo 

O duelo começou equilibrado e truncado. Os dois times tentaram chegar com perigo, mas tiveram seus ataques bloqueados pelas marcações. Os visitantes chegaram a ameaçar em cobrança de escanteio fechada, afastada pelo goleiro Felipe, enquanto o time são-paulino teve no chute sobre o gol de Léo a melhor oportunidade.

Os donos da casa mostraram eficiência e abriram o placar aos 31, quando Pedrinho foi derrubado por Murillo na área. Pênalti, que Juan cobrou no alto e converteu.  Os paranaenses tentaram reagir nos pés de Rômulo e Renan Viana, mas foi o São Paulo que quase ampliou ainda na etapa inicial, em arremate cruzado de Pedrinho.

O Furacão só conseguiu responder aos quinze minutos do segundo tempo, e com gol. João Pedro cobrou falta na segunda trave e Fornari cabeceou para deixar tudo igual.

O Tricolor voltou ao ataque e, após Vitinho quase marcar um gol olímpico, a equipe retomou a vantagem no marcador. Aos 30, Caio recebeu na área e acertou a trave. No rebote, Juan foi acionado por Vitinho e só rolou para Pedrinho finalizar no canto.

Quando os mandantes pareciam controlar a partida, o Rubro-Negro voltou a empatar. Aos 42, Beraldo cometeu pênalti em Rômulo, que foi para a cobrança e não desperdiçou. No entanto, aos 47, Beraldo se redimiu aproveitando falta alçado por Vitinho na área, saída ruim de Léo Linck e bobeada de Rômulo para empurrar e garantir a vitória são-paulina.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...