Loading...

Santos foi o clube que mais usou a base no Brasileirão; veja detalhes

O Brasileirão de 2020/21 ficou marcado não só pela pandemia e a adequação do calendário: as categorias de base tomaram conta do torneio. Com muitos jogos em um curto período de tempo e inúmeros desfalques, os clubes precisaram recorrer aos jovens. Alguns se destacaram, já outros mostraram a dificuldade em lançar os garotos.

Santos teve Meninos da Vila como protagonistas em 2020. Foto: Ivan Storti/ Santos FC

O DaBase.com.br fez um estudo completo da utilização da base no Brasileirão. Os números foram colhidos nas súmulas das partidas e confirmados em base de dados que detalham as estatísticas de cada atleta. A minutagem pode apresentar pequenas diferenças de acordo com as formas de contagem. Os acréscimos não foram contabilizados.

Como critério, ficou definido que um “atleta da base” é aquele que estava nas categorias sub-17 ou sub-20 antes de atuar pela equipe principal. No caso das categorias sub-23 e times B, só foram considerados os jovens que vieram da equipe sub-20 do mesmo clube.

Com isso, o clube que mais utilizou as suas categorias de base no Brasileirão (em minutos) foi o Santos, que deu 15.048 minutos aos Meninos da Vila. Esse número representa 40% do tempo de jogo de todos os atletas do time. Ao todo, foram 27 jogadores relacionados, com 24 deles entrando em campo e somando 274 partidas – 162 como titulares -, batendo o recorde em todas as categorias.

Na segunda posição, aparece o Goiás, com 14.701 minutos concedidos a atletas da base. O Esmeraldino é seguido por Vasco (14.113 ), Botafogo (14.017 ) e São Paulo (12.236 ). Veja os números ao fim da matéria.

Santos lidera lista dos clubes que mais usaram a base. Foto: DaBase

Números negativos

Se por um lado clubes de campanhas boas e ruins, por diferentes motivos, utilizaram muito a base, do outro o panorama é parecido. No Z-4, nota-se a presença de equipes de boas campanhas no sub-20 e no profissional e clubes com dificuldades para revelar.

Na 17ª posição, está o Atlético-MG, atual campeão brasileiro sub-20. O Alvinegro deu apenas 1.711 minutos aos jogadores da base, que fizeram 47 partidas e nenhum gol no campeonato – o Galo foi o único time que não teve um jovem revelado em sua base marcando no Brasileirão.

Na sequência, vem o atual campeão brasileiro de aspirantes. O Ceará concedeu 1.159 minutos aos atletas vindos da Cidade Vozão. com 34 partidas disputadas.

As duas últimas posições mostram uma queda ainda maior. O penúltimo colocado da lista é o Red Bull Bragantino, com 308 minutos divididos em dois atletas: Chrigor e Luis Phelipe.

Na lanterna, está o Atlético-GO, atual campeão goiano sub-20 e novo participante dos Brasileirões de base. O Dragão só usou o atacante Vitor Leque no campeonato. O jovem somou 100 minutos em oito partidas vindo do banco. Outros quatro jovens foram relacionados, mas não entraram em campo.

Red Bull Bragantino e Atlético-GO pouco usaram a base. Foto: DaBase

Curiosidades

Além das marcas positivas e negativas sobre a utilização da base, alguns números chamam a atenção do leitor mais curioso. Veja alguns deles abaixo:

– Palmeiras (28) e Flamengo (24), que sofreram com a maratona de jogos e surtos de COVID-19, foram o 1º e o 3º (ao lado do Fluminense) clube que mais relacionaram atletas da base, respectivamente. No entanto, o Verdão ficou na 9ª colocação, com 8.562 minutos. Já o Rubro-Negro foi apenas o 15º, com 4,564 minutos.

– O Sport foi o 5ª time que menos relacionou atletas da base (12). Contudo, ficou na 10ª colocação dos que mais deram minutos, com a marca de 7.360. Os atletas se concentraram no sistema defensivo, já que apenas um gol foi marcado por jogadores formados na Ilha do Retiro.

– Dono da 4ª base mais utilizada no Brasileirão, o Botafogo foi o clube que mais precisou dos garotos. Isso porque, dos 195 jogos disputados pelos meninos de General Severiano, 161 foram como titulares, representando 82,5%. O Alvinegro foi a segunda equipe que mais deu titularidades aos jovens, ficando a um do líder Santos.

Confira o Ranking de clubes que mais utilizaram a base no Brasileirão

Clube/Minutos

Time/minutos

1º: Santos – 15.048

2º: Goiás – 14.701

3º: Vasco – 14.113

4º: Botafogo – 14.017

5º: São Paulo – 12.236

6º: Fluminense – 11.569

7º: Grêmio – 10.153

8º: Athletico-PR – 9.589

9º: Palmeiras – 8.562

10º: Sport – 7.360

11º: Internacional – 7.286

12º: Corinthians – 7.229

13º: Coritiba – 6.564

14º: Bahia – 4.829

15º: Flamengo – 4.564

16º: Fortaleza – 3.980

17º: Atlético-MG – 1.711

18º: Fortaleza – 1.159

19º: Red Bull Bragantino – 308

20º: Atlético-GO – 100

 

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...