Loading...

DaBase monta seleção de jovens do Brasileirão: veja nomes

O Brasileirão profissional chegou ao fim nessa quinta (25) com a marca dos jovens. As categorias de base foram protagonistas no torneio, revelando inúmeros destaques para as principais equipes. Pensando nisso, o DaBase.com.br montou a seleção de jovens, composta por atletas com idade de sub-21. Confira abaixo:

Brasileirão teve atletas sub-21 como destaques. Foto: DaBase

Hugo Souza – Flamengo

Hugo foi titular na maioria dos jogos do Flamengo. Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo

Único goleiro jovem a atuar como titular no Brasileirão, Hugo apareceu para a torcida do Flamengo durante o surto de COVID-19 que atingiu o elenco. Com a lesão de Diego Alves, o arqueiro assumiu a titularidade e fez, ao todo, 22 partidas no torneio. Com passagens pelas seleções de base e principal, ele completou 22 anos no fim de janeiro, mas entra como destaque entre os atletas recém-promovidos das categorias de base.

Calegari – Fluminense

Calegari assumiu titularidade da lateral do Fluminense. Foto: Lucas Merçon/ FFC

Um dos atletas mais jovens da lista, Calegari estava na categoria sub-17 do Fluminense até 2019, como volante. No entanto, ele ganhou espaço no elenco principal tricolor como lateral-direito. Aos 18 anos e com passagens pelas seleções de base, ele fez 22 partidas pelo Tricolor e foi peça fundamental na classificação da equipe à Libertadores.

Miranda – Vasco 

Miranda se destacou mesmo com rebaixamento vascaíno. Foto: Reprodução/ Instagram

O zagueiro Miranda foi um dos que se salvaram na campanha do rebaixamento do Vasco. O defensor de 20 anos se firmou no elenco principal em 2020, somando 18 partidas – 14 como titular – e ainda participou da conquista da Supercopa do Brasil Sub-20 pelo clube no último fim de semana.

Natan – Flamengo 

Natan estreou profissionalmente no Brasileirão. Foto: Reprodução/ Instagram

Uma das revelações do Brasileirão, o zagueiro Natan foi outro jovem que ganhou espaço durante o surto de COVID-19 no elenco do Flamengo. O defensor de 19 anos fez 14 partidas no campeonato – doze como titular – e foi importante no bicampeonato rubro-negro, além de receber oportunidades na Seleção Brasileira Sub-20.

Abner Vinícius – Athletico-PR

Abner jogou 34 partidas no Brasileirão. Foto: Reprodução/ Instagram

Abner foi uma das principais contratações do Athletico-PR na última temporada. Vindo da Ponte Preta, o lateral-esquerdo se firmou como titular neste ano, atuando em 34 jogos do Brasileirão. Aos 20 anos, o jovem tem passagens pelas seleções de base e é uma das principais armas ofensivas do Furacão.

Martinelli – Fluminense 

Martinelli entrou na equipe durante o campeonato. Foto: Reprodução/ Instagram

Até a metade do campeonato, Martinelli figurava no elenco sub-23 do Fluminense, que disputou o Brasileirão de Aspirantes. O volante de 19 anos, porém, ganhou espaço no time principal e se firmou como titular. Ao todo, foram treze partidas e três gols, se tornando o motorzinho do Tricolor.

Gabriel Menino – Palmeiras

Gabriel Menino já foi convocado para a Seleção principal. Foto: César Greco/ Palmeiras

Em seu primeiro ano no profissional do Palmeiras, Gabriel Menino se consagrou em duas posições. O volante de 20 anos, que já havia defendida a Seleção Brasileira Sub-20, foi chamado para a principal como lateral-direito. Pelo Verdão, foram 27 jogos – 24 como titular -, além dos títulos paulista e da Libertadores.

Praxedes – Internacional

Praxedes defende a Seleção Brasileira Sub-20. Foto: Ricardo Duarte/ Internacional

Campeão da Copa São Paulo no início de 2020, o meia Praxedes ganhou espaço como titular do Internacional com a chegada de Abel Braga. O jovem de 19 anos somou 22 partidas no torneio – 18 como titular -, além do vice-campeonato nacional e de convocações para a Seleção Brasileira Sub-20.

Léo Chu – Ceará

Léo Chu foi emprestado pelo Grêmio. Foto: Felipe Santos/ Ceará

Léo Chu foi emprestado pelo Grêmio ao Ceará no início da temporada. Em sua primeira experiência profissional, o atacante de 20 anos se firmou como titular mostrando velocidade e habilidade atuando pela ponta. Ao todo, foram 22 partidas – 20 como titular -, três gols e cinco assistências pela campanha histórica do Vozão.

Brenner – São Paulo 

Brenner marcou onze gols no Brasileirão. Foto: Miguel Schincariol/ saopaulofc.net

Desacreditado no início da temporada, Brenner surpreendeu a muitos com a arrancada são-paulina no campeonato. O atacante de 20 anos marcou onze gols e foi o artilheiro sub-20 do torneio e o goleador máximo do São Paulo no ano. O destaque levou o jovem a ser negociado com o FC Cincinnati, dos Estados Unidos.

Yuri Alberto – Internacional

Yuri Alberto marcou dez gols no Brasileirão. Foto: Ricardo Duarte/ Internacional

Yuri Alberto trocou o Santos pelo Internacional no início da temporada e mostrou que o investimento feito pelo Colorado valeu a pena. O jogador de 19 anos marcou nove gols e deu uma assistência na campanha do vice-campeonato, além de ser uma das referências da Seleção Brasileira Sub-20.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...