Loading...

Athletico-PR vence Atlético-MG em jogo de sete gols pelo Brasileirão Sub-20

Na reedição da última final do Brasileirão Sub-20, o Athletico-PR deu o troco e venceu o Atlético-MG. Em um jogo de sete gols e confusão no fim, os paranaenses fizeram 4 a 3, na tarde desta segunda (02), no CT do Caju, em Curitiba, pela nona rodada.

Furacão chegou a abrir 4 a 1, mas levou gols no fim. Foto: Fabio Wosniak/ Athletico

Com o resultado, o Furacão pulou para a terceira posição, com os mesmos 17 pontos de Botafogo e Flamengo, mas com saldo e número de gols marcados maiores. Já o Galinho  caiu para o oitavo lugar, com quinze pontos.

As duas equipes voltam a campo pela décima rodada do torneio no próximo sábado (07). Às 10h, o Athletico visita o Vasco no Estádio Nivaldo Pereira, em Nova Iguaçu. Às 15h, o Atlético recebe o Sport no SESC Venda Nova, em Belo Horizonte.

O jogo  

Os donos da casa começaram a partida em cima. Depois de Vinícius Kauê levar perigo em cruzamento da esquerda e Julimar dar trabalho ao goleiro Gabriel Delfim, a equipe tirou o zero do marcador. Aos 16 minutos, em contragolpe mortal, João Pedro recebeu pela direita e só rolou para Juninho completar na segunda trave e marcar.

Os paranaenses seguiram mais perigosos na partida, apostando em arremates de fora da área. Gaston chegou a perder grande oportunidade na sobra do escanteio, isolando da marca do pênalti. Já o Alvinegro, que também só chegava em chutes de longe, buscou o empate em um lindo arremate.

Aos 41 minutos, Júlio César lançou Luiz Filipe, que, de fora da área, pegou de primeira e encobriu o goleiro Léo Linck. Mas quatro minutos depois, após erro na saída de bola, Rômulo recuperou e bateu da meia-lua, no cantinho, recolocando o Furacão em vantagem. No fim, Luiz Filipe ainda cobrou falta para a boa defesa de Léo Linck.

O Rubro-Negro começou a etapa final com tudo e fez o terceiro gol aos quatro minutos. João Pedro cobrou falta na barreira, tentou novamente e viu a bola sobrar para Jader marcar. Depois de Gabriel Delfim espalmar o chute de fora de João Pedro, a equipe marcou o quarto aos quinze, quando Vinícius Kauê recebeu em velocidade pela esquerda, cruzou e Jader desviou para marcar.

O Galinho ensaiou uma reação no fim. Léo Linck fez grande defesa em cabeçada nas não conseguiu impedir o gol de Diego Acosta na sequência, pegando a sobra da cobrança de escanteio na área, aos 31.

Rômulo quase definiu para o Athletico minutos depois, porém teve o chute desviado cara a cara. Aos 41, os visitantes fizeram o terceiro, novamente com Luiz Filipe, que recebeu pelo meio, arrancou até a área e finalizou cruzado. Ainda deu tempo do camisa 11 atleticano levar o vermelho por reclamação e uma confusão ser gerada ao fim da partida, com mais um vermelho, para Rômulo, do Galo.

 

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...