Loading...

Imparável, Fluminense aplica goleada histórica sobre o Flamengo na Gávea pela Copa do Brasil Sub-17

O Fluminense atropelou o Flamengo na Gávea e ficou muito perto de mais uma final na temporada. A equipe venceu o jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil Sub-17 na tarde desta sexta (15) por 6 a 1.

Fluminense marcou três vezes no primeiro tempo. Foto: Mailson Santana/ FFC

Com o resultado, o Tricolor pode perder o jogo de volta por até quatro gols de diferença que ainda se classifica. O Rubro-Negro terá que vencer por seis gols de vantagem. Triunfo por cinco gols leva a decisão para os pênaltis.

O duelo decisivo será disputado na próxima quarta (20), às 15h30, nas Laranjeiras.

Os visitantes começaram a partida em alta velocidade e rapidamente abriram vantagem. Aos onze minutos, Matheus Martins cobrou falta da direita e Kayky desviou na primeira trave para inaugurar o placar. Dois minutos depois, Arthur roubou a bola na saída e deixou para Matheus Martins finalizar e fazer o segundo.

Os donos da casa chegaram a marcar com Will, mas o lance já havia sido parado por impedimento. Quem voltou a balançar as redes foi o Tricolor, aos 25, quando Jefté foi derrubado por Arthur Augusto na área e sofreu pênalti. O próprio lateral bateu e não desperdiçou.

O Flamengo conseguiu equilibrar as ações no fim do primeiro tempo, mas Cayo Fellipe fez boas defesas nas tentativas de Victor Hugo e Will, além de contar com o travessão, que impediu o gol de Petterson. Mas logo no primeiro minuto da etapa final, Arthur Augusto desviou cobrança de falta contra e aumentou a goleada tricolor.

O Rubro-Negro conseguiu descontar aos 20, com Arthur Augusto, que se redimi do gol contra com uma bela finalização de canhota, colocada. Porém o Fluminense não tirou o pé e anotou mais dois. Aos 36, Matheus Martins recebeu na esquerda, aplicou uma caneta no marcador e mandou no canto para fazer o quinto.

Seis minutos depois, Lucas Felipe, que havia saído do banco, aproveitou o contragolpe e o passe de Arthur para limpar a marcação e, novamente da entrada da área, chutar e fechar a goleada.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...