Loading...

Diretor exalta campanha do Ceará no Brasileirão de Aspirantes e projeta maior uso da base em 2021

Em sua segunda participação no Brasileirão de Aspirantes. o Ceará já colhe os frutos de uma equipe de transição consolidada. Com a melhor campanha geral, o Vozão é finalista do torneio e inicia a briga pelo título com o Vila Nova no próximo domingo (24), às 16h, no Estádio OBA, em Goiânia.

Ceará venceu 12 das 16 partidas disputadas. Foto: Pedro Chaves/ Cearassc.om

O time cearense chega à decisão com doze vitórias, um empate e três derrotas, 32 gols marcados e doze sofridos. Além dos números, a equipe garantiu suas classificações na liderança do grupo nas duas primeiras fases, mostrando um futebol que vem deixando o diretor de futebol amador do clube, Israel Portela, muito satisfeito.

“A campanha é excelente, não somente pelo resultado de campo que chega à final com a melhor campanha, mas também porque chegamos com um futebol consistente, fazendo invariavelmente bons jogos, que é mais importante do que o resultado propriamente dito em uma categoria de transição”, disse em entrevista exclusiva ao DaBase.com.br.

Comandado por Daniel Azambuja, o elenco alvinegro conta com algumas caras conhecidas do torcedor, como o goleiro Diogo Silva, de 34 anos, titular do time principal no Brasileirão de 2019, e Marthã, também utilizado na equipe profissional além de revelações e reforços recém-contratados.

Jogadores como Saulo Mineiro, Pedro Naressi e Vitor Jacaré, quando não utilizados no profissional, desceram e brilharam no torneio – a dupla de atacantes fez quatro gols cada. Já alguns jovens formados na base, mas ainda sem chances, ganham minutos na competição. É o que explica Portela, valorizando a oportunidade que o time de transição possibilita aos atletas.

“A equipe de transição tem quatro perspectivas: dar rodagem e maturidade aos atletas mais jovens, ou seja aqueles que recém-expiraram a idade do sub-20; apostar em valores que se destacaram em um mercado com menos visibilidade, mas que demonstram enorme potencial; ainda tem o enorme propósito de dar minutagem para atletas que em determinado momento, por algum motivo, estão sendo pouco utilizados na equipe principal; e por último e de muito proveito para o clube, utilizar os atletas do sub-20 para dar suporte de treino e jogo – foram dez atletas com idade de juniores utilizados na campanha”, destacou.

A valorização desse projeto também virá por forças da pandemia. Isso porque o Ceará utilizará boa parte do elenco de transição para reforçar o time principal no início da temporada de 2021, que chegará dias após o fim do Brasileirão.

“Em um ano que já começa atípico em função da pandemia, com os campeonatos se sobrepondo, termos o início do Estadual logo após o término do Brasileiro. Então este grupo da transição será o suporte para o início do Campeonato Cearense”.

Israel Portela (quarto à direita) comanda futebol amador do Ceará. Foto: Felipe Glauber/ CearáSC.com

O trabalho de base do Vozão vem se destacando desde as categorias inferiores. Entre torneios regionais e estaduais, o clube não conseguiu grandes resultados nos principais campeonatos, caindo na primeira fase dos Brasileirões Sub-17 e Sub-20 e nas quartas de final da Copa do Nordeste Sub-20.

Por outro lado, a categoria juvenil se destacou pela presença de jogadores na Seleção Brasileira, com dois jovens sendo convocados: David e João Victor. Israel Portela analisou o desempenho da equipe sub-20 e ressaltou que uma das metas é melhorar os resultados em 2021.

“O sub-20 teve vários aspectos importantes, tais como fazer todos os jogos com um bom nível de enfrentamento e disputar a classificação até a 14ª rodada, somente a partir daí que passamos a priorizar outras competições como a Copa do Nordeste e o próprio Brasileirão de Aspirantes por definição do planejamento. A partir daí, ofertamos experiências para os atletas mais jovens, com vários do sub-17 e um sub-16 participando dos jogos”, pontuou.

“Entretanto, o objetivo para 2021 é buscar uma vaga na fase final da competição”.

O principal objetivo deste ano, contudo, é a utilização de atletas na equipe profissional O dirigente finaliza afirmando que está nos planos do clube aproveitar a base cada vez mais.

“Dar continuidade a este aproveitamento de atletas jovens, priorizando os jogadores com histórico de formação dentro da cidade vozão. Jogadores com fundamentos mais apurados e identificados com o clube e cada vez mais abastecer o time profissional”, concluiu.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...