Loading...

Vice-artilheiro da Copa São Paulo superou desconfiança para mostrar faro de gol no São Bernardo FC

O Brasil tem produzido cada vez menos centroavantes artilheiros, atacantes goleadores. Mas é possível encontrar bons valores nas categorias de base, prontos para serem lapidados. Um deles é o jovem Sandrinho, de 19 anos. O jogador do São Bernardo FC superou a desconfiança para ser o vice-artilheiro da Copa São Paulo deste ano.

Sandrinho fez mais da metade dos gols do São Bernardo na Copinha. Foto: Lucas Moreira / Ampliatto Futebol

O camisa 11 marcou sete dos treze gols do Tigre no torneio atuando em apenas quatro partidas, uma média de quase dois gols por jogo. No entanto, o paulistano de Capão Redondo, Zona Sul da capital, precisou superar muitas dificuldades para fazer sucesso.

Vindo de uma comunidade carente, Sandrinho foi observado em uma escolinha da região e levado ao CA Diadema em 2015. Após passar pelos testes, ele se destacou no Paulistão sub-15 de 2016, onde marcou sete gols, sendo artilheiro da equipe, eliminada na terceira fase.

Em 2018, o Diadema fez uma parceria com o São Bernardo e Sandrinho se juntou ao Tigre. Mais uma vez, o atacante foi bem no Paulistão, agora pela categoria sub-17. Marcou nove gols e foi um dos artilheiros da equipe, caindo novamente na terceira fase.

As dificuldades apareceram em 2019, no seu primeiro ano de sub-20. Após marcar um gol e jogar poucas partidas na Copinha, Sandrinho conta em entrevista exclusiva ao DaBase.com.br que pensou até em parar de jogar.

“Pensei em parar pois eu sempre ficava no banco de reservas mesmo com todo meu esforço. Tive boas atuações em outros campeonatos, mas perdi a confiante. Teve um dia que eu tive a oportunidade e não aproveitei, errei dois gols na cara, minha mente ficou a milhão pois já vinha desanimado”, relembrou.

“Mas pedi para Deus e resolvi permanecer e tive alguns apoios que foram essenciais para mim, como o Ataliba (ex-jogador do Corinthians e auxiliar da equipe sub-20) que foi fundamental nos treinamentos de finalização e na confiança que ele tinha em mim. Aí comecei a ter mais oportunidades e marcar gols, fiz seis no Paulista sub-20 na segunda fase consegui me reerguer”, completou o atacante.

A consagração veio em 2020. Após finalizar bem o Paulistão, avançando com o São Bernardo até a terceira fase, Sandrinho teve seu grande momento na Copa São Paulo deste ano. Foram sete gols nas primeiras quatro partidas, levando o time até a terceira fase. Diante do Atlético-MG, o camisa 11, por suspensão, desfalcou o time do ABC Paulista, que acabou goleado por 4 a 1 e eliminado.

Entre as sete bolas na rede, Sandrinho anotou um dos gols mais rápidos da história do torneio, aos 34 segundos, diante do River-PI, na segunda fase.

Sandrinho passou por bons e maus momentos na base do São Bernardo. Foto: Lucas Moreira / Ampliatto Futebol

O momento, segundo ele, mais marcante da carreira, teve a colaboração do técnico Cleber Ferreira. Treinador de Sandrinho no sub-17 e sub-20, ele destacou a dedicação e a evolução do atacante.

“Apesar da maturação tardia, ele demonstrou muito potencial quando chegou ao clube. É um menino muito dedicado aos treinos e constantemente busca se aperfeiçoar. Ele vem mostrando evolução a cada dia, na última temporada conseguiu se firmar como titular na equipe Sub-20 e seu desempenho em campo foi muito acima das expectativas. Ganhou muita força e velocidade aliado a um grande poder de definição, foi um dos destaques na Copa São Paulo”, disse.

Sobre as características dentro e fora de campo, Cleber também ressaltou seu faro de gol.

“É um atleta muito aguerrido e com um grande poder definição, possui um bom controle com a bola, é dinâmico, rápido e objetivo. Trabalha sempre em busca do gol, possui uma excelente impulsão e finaliza com muita precisão em lances de cabeceio”, comentou.

“Sandro é um rapaz humilde, muito tranquilo, nunca apresentou nenhum problema extracampo. Sempre muito determinado em fazer um bom trabalho”, completou o treinador, que comanda atualmente o sub-20 da Portuguesa.

Apesar da longa pausa após a Copinha devido à pandemia do novo coronavírus, Sandrinho não teme a falta de ritmo. Ele vem treinando todos os dias e pretende voltar mais forte aos gramados. Se inspirando em Ronaldo Fenômeno, ele busca chegar ao profissional ainda neste ano.

Humilde, Sandrinho quer fazer sucesso para alcançar seu sonho na carreira: dar uma casa à sua família.

Veja alguns lances de Sandrinho

https://www.youtube.com/watch?v=s1XWAvZgKJ0&feature=youtu.be

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...