Loading...

Veja a lista de sete promessas que podem brilhar no Brasileirão Sub-17

A terceira edição do Brasileirão Sub-17 começa nesta sexta (07) e promete revelar o futuro dos principais clubes brasileiros. As gerações 2004 e 2005, ainda sonhando com o profissional, reunirá forças em uma das competições mais esperadas no calendário nacional.

Arthur faz parte da Geração dos Sonhos tricolor. Foto: Mailson Santana/ FFC

Nomes como Kayky, Cauê, Gabriel Veron e Gabriel Pirani, todos figuras importantes em suas equipes, já chamavam a atenção desde 2019, quando o torneio foi inaugurado. Pensando nessas joias, o DaBase.com.br listou sete atletas a serem observados neste ano. Confira a relação abaixo:

7 – Hygor Peçanha –Vasco

Hygor Peçanha foi titular do Vasco em toda a última temporada. Foto: Reprodução/ Instagram

Titular em todos os onze jogos do Vasco no último Brasileirão, o lateral-direito Hygor Peçanha é um dos principais nomes da geração 2004 cruzmaltina. O jogador de 17 anos foi campeão carioca sub-15 em 2019, ano no qual também foi convocado para a Seleção Brasileira. Ele também fez uma partida no Carioca Sub-20 do ano passado e na Copa do Brasil deste ano, chegando como uma referência dos sistemas defensivo e ofensivo para 2021.

6 – Caio Ribas – Atlético-MG

Caio Ribas já foi relacionado para o time principal. Foto: Bruno Sousa/ Atlético

Camisa 5 e volante de qualidade, o jovem Caio Ribas é uma das principais apostas da base do Atlético-MG. O jogador de 17 anos treinou com o time de transição na última temporada e chegou a ser relacionado para uma partida da equipe principal. Com contrato profissional assinado e multa milionária, ele tem passagens pelas seleções de base, mas atuou pouco nos últimos anos também devido a uma lesão, sofrida em 2019.

5 – Victor Hugo – Flamengo 

Victor Hugo já atuou pela categoria sub-20. Foto: Reprodução/ Instagram

O meia Victor Hugo foi um dos principais jogadores da equipe sub-17  do Flamengo em 2020. O jovem de 16 anos fez 14 partidas e quatro gols na última temporada, além de atuar quatro vezes no time sub-20. Meia talentoso, com visão de jogo e poder de definição, ele chama a tenção na base rubro-negra desde as categorias inferiores e pode ser um dos destaques da competição em 2021.

4 – Luiz Guilherme – Palmeiras 

Luiz Guilherme já esteve no banco em partidas da equipe profissional. Foto: Reprodução/ Instagram

Luiz Guilherme, também conhecido como Robinho, é um meia consolidado na base do Palmeiras. No Alviverde desde as categorias inferiores, ele soma títulos pelo clube e convocações para a Seleção Brasileira, sendo campão sul-americano sub-5 em 2019, Na última temporada, foram dez jogos pelo time sub-17 e uma partida no sub-20, além de ter sido relacionado pela equipe principal para a última rodada do Brasileirão.

3 – Leandro –São Paulo 

Leandro foi um dos principais nomes da temporada 2020. Foto: Miguel Schincariol/ saopaulofc.netl

O goleiro Leandro foi o grande destaque da temporada 2020 na categoria sub-17 do São Paulo. O jovem de 16 anos fez doze partidas e brilhou com defesas difíceis e pênaltis defendidos, tanto no Brasileirão quanto na Copa do Brasil e na decisão da Supercopa. No clube desde 2019, quando chegou do Amparo, ele vem sendo convocado para a Seleção Brasileira e vai para o seu segundo ano na categoria como uma das garantias de boas defesas em 2021.

2 – Léo Ataíde –Athletico-PR 

Léo Ataíde já foi campeão pela Seleção Brasileira. Foto: Reprodução/ Instagram

O polivalente Léo Ataíde é mais um dos selecionáveis do Athletico-PR. Campeão sul-americano sub-15 em 2019 e presente nas últimas listas da Seleção Brasileira Sub-17, o jogador de 17 anos pode atuar tanto como lateral-direito quanto como meia e ponta. Em 2020, ele fez 22 partidas – doze pelo sub-17 e outras dez na equipe sub-20 -, sendo um dos prodígios do clube e uma referência na categoria.

1 – Arthur – Fluminense 

Arthur já fez sua estreia pelo elenco principal do Fluminense. Foto: Mailson Santana/ FFC

Com apenas 15 anos, Arthur já era titular e destaque do meio-campo do Fluminense Sub-17 em 2020. Uma das maiores joias de Xerém, o jovem foi camisa 10 da Seleção Brasileira Sub-15 campeã sul-americana em 2019 e fez três gols em 18 jogos no ano passado. Com 16 anos completados e estreia feita pelo time profissional, o meia tem tudo para liderar a equipe juvenil no Brasileirão.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...