Loading...

São Paulo derrota Atlético-MG e pega Flamengo na final da Copa do Brasil Sub-17

O São Paulo teve um início arrasador e garantiu presença em mais uma final de Copa do Brasil Sub-17. Em busca do bicampeonato, a equipe voltou a vencer o Atlético-MG, por 3 a 1, na tarde desta terça (19), no Estádio Marcelo Portugal, em Cotia, pelo duelo de volta das semifinais.

Caio marcou um dos gols da vitória. Foto: Rubens Chiri/ saopaulofc.net

Na decisão, o Tricolor enfrentará o Flamengo, que bateu o Palmeiras por 5 a 3 na última semana e se garantiu na final. Na ida, o Tricolor venceu por 1 a 0. A CBF ainda definirá as datas, horários e locais das finais, que estão agendadas para os dias 9 e 16 de novembro.

No sábado (23), ambos os times voltam suas atenções para seus respectivos Estaduais. Às 10h30, o Atlético visita o Furgol na Arena Santa Luzia, em Contagem, pelo duelo de ida das quartas de final do Mineiro Sub-17. Às 11h, o São Paulo recebe o SC Brasil no Estádio Marcelo Portugal, em Cotia, pela décima rodada do Paulistão Sub-17.

O jogo 

Os donos da casa começaram com tudo. Aos oito minutos, Matheus Alves arriscou de fora da área e acertou o cantinho para abrir o placar. Três minutos depois. Kaiky Carvalho cruzou da direita e Caio apareceu na área para bater de primeira e ampliar.

Os times passaram a trocar chances de gol, com Isaac chegando a marcar para o Alvinegro, mas em impedimento, e Caio ameaçando duas vezes pelo lado são-paulino. Aos 19, Isaac recebeu pela direita, bateu cruzado e Cadu aproveitou o rebote do goleiro para descontar.

O duelo seguiu aberto. Ainda na etapa inicial, Leandro parou Yan e Isaac duas vezes, enquanto Diego Fernandes fez o mesmo com Mateus Manso e Caio. Mas no início do segundo tempo, o Tricolor matou o confronto. Aos doze, Newerton cruzou da direita, Caio cabeceou e Kauê completou para fazer o terceiro.

Negrucci, em cobrança de falta, e Caio logo após o gol, quase transformaram a vitória tricolor em goleada. Sem desistir, o Galinho ameaçou com Yan, lançado em profundidade, mas sem direção na batida. No fim, Diego Fernandes trabalhou mais uma vez em jogada de Newerton.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...