Loading...

Rinaldo fala da experiência como auxiliar técnico do sub-15 do Fortaleza

Em entrevista ao site oficial do Fortaleza Esporte Clube, Rinaldo, apelidado de ‘homem-raio’ na época de jogador e ídolo do clube cearense, falou da experiência como auxiliar técnico do sub-15 do Leão:

Rinaldo é um dos ídolos do clube (Foto: Site oficial do Fortaleza)

“É procurar passar um pouco de experiência para essa garotada, sabemos que tem uma safra muito boa, mas infelizmente por causa da pandemia atrapalhou um pouco o nosso ano e trabalho, que estava sendo bem feito. O nosso objetivo é garimpar jogadores para está servindo futuramente ao profissional. Nós que trabalhamos na base, a nossa meta é de além formar atletas, mas formar cidadãos. Essa é a minha meta, pois estou em uma nova área, uma nova oportunidade. Espero que eu possa fazer o máximo de mim, me doar ao máximo ao que convivi e vivi durante mais de 20 anos no futebol”.

O ex-atacante, que completou 45 anos de idade, na segunda-feira (24), falou também do sonho em ser funcionário do clube:

“Para mim está sendo uma experiência maravilhosa de está convivendo com essa moçada no sub-15, a safra é muito boa. Por causa da pandemia está tudo parado, mas é fantástico. Fui profissional há mais de 20 anos, joguei em muitos clubes do futebol brasileiro, então está sendo uma experiência incrível, inovadora. Era um sonho que eu tinha em ser funcionário do Fortaleza e graças ao presidente Marcelo Paz me deu essa oportunidade, agora é procurar trabalhar e se aperfeiçoar cada vez mais porque o futebol hoje, você tem que estudar senão fica para atrás. Igual eu falei, o primeiro passo foi dado pelo presidente, agora cabe a mim procurar a ter mais conhecimento para poder passar para a garotada. Hoje, como estou do outro lado, é ensinar a meninada tudo aquilo que eu vivi nos gramados. Estou gostando demais”!

Por fim, Rinaldo explicou na entrevista se consegue se ver vivendo longe do futebol:

“Não me vejo longe do futebol, vivi mais de 20 anos jogando, essa minha idade foi vivendo, sonhando e jogando. Quando nos tornamos jogador profissional e às vezes atuamos em alguns clubes, não nos vemos longe do futebol. Tinha um sonho de fazer parte de uma comissão técnica do Fortaleza e se concretizou. Então, espero que a gente tenha um bom trabalho na base do Leão e quem sabe futuramente está podendo ajudar o profissional também. Acho que o sonho de todos que compõe hoje a comissão técnica do futebol amador do Tricolor tem esse sonho, mas para isso precisamos trabalhar, capacitar ao máximo para quando tiver oportunidade está preparado para poder ajudar da melhor maneira possível”.

Deixe sua opinião

É futebol de base? Então nada escapa dos meus olhos, seja no Brasil ou no exterior.
Loading...