Loading...

Retrô é punido por escalação irregular e Náutico fica com o título do Pernambucano Sub-20

Mesmo sem entrar em campo, o Náutico conquistou o Pernambucano Sub-20 de 2020. A equipe contou com uma punição ao Retrô, que escalou um jogador de forma irregular no duelo de ida da decisão, para ficar com a taça de forma invicta.

Náutico venceu jogo de ida da final por 1 a 0. Foto: Náutico/ Divulgação

A decisão foi tomada na última quarta (30) pela 3ª Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco (TJD-PE). O Retrô, que perdeu a partida de ida da decisão por 1 a 0, escalou o lateral Edson Lucas Pereira , que acumulava três cartões amarelos. Segundo o Artigo 20 do Regulamento Específico, os cartões não eram zerados durante o torneio.

O julgamento tirou três pontos do Retrô, levando o Náutico ao título, além de uma multa pecuniária de R$ 300. O clube se manifestou sobre o caso e garantiu que não recorrerá da decisão.

“No julgamento, nosso jurídico renunciou o direito de recorrer. Entendemos que foi um erro administrativo no processo de controle de cartões e observação do regulamento. Se erramos, precisamos arcar com as consequências, reconhecemos o erro e não tem porquê recorrer, Inclusive nossa defesa foi nesse sentido. Viemos para o futebol para fazer diferente, erramos, reconhecemos e vamos arcar com as consequências”, comunicou.

O título do Timbu vem de forma invicta, com seis vitórias e três empates, 25 gols marcados e seis sofridos – melhor ataque e defesa. Com seis gols cada, Juninho Carpina (Náutico) e Rubinho (Barreiros) dividiram a artilharia.

Foi o primeiro título pernambucano sub-20 do Timbu em sete anos. A equipe já havia vencido a Copa do Nordeste, também de maneira invicta, na semana passada. A conquista garante o time na Copa do Brasil Sub-20 deste ano.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...