Loading...

Observador do Grêmio elogia organização e talentos na IberLeague Santa Catarina

Depois de uma pausa devido à pandemia, as etapas estaduais da IberLeague seguem a todo vapor. Os torneios, que são classificatórios para as competições nacionais e internacionais da IberCup, vêm agitando Santa Catarina nas últimas semanas, com muita organização fora e futuros talentos dentro de campo.

IberLeague vem movimentando o futebol de base catarinense. Foto: @mkt.high

Quem confirma o sucesso dos eventos é Claudinei Vargas. Um dos vários observadores presentes nos últimos fins de semana, o profissional das categorias de base do Grêmio falou com exclusividade ao DaBase.com.br e elogiou a organização das etapas.

“Foi meu segundo final de semana observando jogos da IberLeague. Acompanhei desde as categorias menores, sub-13, sub-11, no futebol de campo. Duas coisas me chamaram a atenção: uma é o cumprimento dos horários dos jogos. Isso é diferencial para nós que nos programamos para ver muitos jogos, uma demanda de organização fantástica”.

“Outra é que alguns professores conseguem manter os números fixos, isso ajuda bastante para termos uma listagem com os números, os nomes e os anos de nascimento, para termos as referências. Quanto mais informação melhor. Também têm campos bons, cercados, isolados, arbitragem de bom nível, ajudando os meninos com as instruções. Uma experiência positiva”, completou.

Com tantos talentos em campo, os observadores que marcam presença na IberLeague vêm tendo trabalho para selecionar os jovens mais promissores. Claudinei Vargas explica que o processo no Grêmio passa pela indicação e as demandas nos dois centros de treinamento do clube.

“Têm alguns meninos que já estamos  destacando, fazendo contato, para ver o que acontece mais para frente, para podermos observar melhor. O Grêmio trabalha com dois CTs, a Escola Grêmio, no CT Cristal, para jovens do sub-9 ao sub-13. Lá, as avaliações são marcadas de acordo com as demandas e os processos. Já no CT Hélio Dourado, em Eldorado do Sul, os atletas de sub-15 a sub-20 são avaliados de acordo com as demandas e carências”, comentou.

Claudinei Vargas (a dir.) observou competições em Santa Catarina. Foto: Divulgação

A IberLeague é mais uma iniciativa da IberCup para dar calendário e competitividade aos jovens em todo o país. Com as etapas regionais dando vaga nas nacionais, as edições internacionais conseguem reunir as equipes mais fortes de cada país.

As etapas começaram neste ano e, após a pausa devido à pandemia, já têm novas datas pela frente. Além do prosseguimento em Santa Catarina nesse último fim de semana, edições em Alagoas, Sergipe, Paraíba, Pará e Rio de Janeiro já estão programadas para agosto. Na visão de Márcio Lima, representante da IberCup no Brasil, a expectativa é seguir crescendo e desenvolvendo os jovens atletas.

“Nosso retorno às competições vêm sendo muito proveitoso. As etapas em Santa Catarina já reuniram 67 equipes e mais de 1300 atletas inscritos. Estamos muito atentos aos protocolos de saúde, para garantir a saúde de todos os envolvidos. A expectativa é de seguir integrando as comunidades locais e expandindo pelos demais estados do país, colaborando para o desenvolvimento do futebol local e dos jovens atletas”, finalizou.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...