Loading...

Multicampeão no Palmeiras, Wesley Carvalho ressalta importância da educação na formação de atletas

Um dos motivos pelo qual o Palmeiras é o líder do Ranking DaBase no Brasil está no trabalho feito pela equipe sub-20 nos últimos anos. Além de revelações que geraram alguns milhões para o clube, o time comandado por Wesley Carvalho acumulou títulos e mostrou a força da Academia de Futebol.

Wesley Carvalho completou três anos de trabalho com muitos títulos. Foto: Fábio Menotti/ Palmeiras

A revelação de jogadores promovida pelo clube vai muito além do resultado em campo. Em entrevista exclusiva ao DaBase.com.br, Wesley afirmou que para formar um atleta completo, é preciso investir em sua educação.

“O mais importante é pensar no ser humano como todo, antes do atleta. Um esportista completo precisa dominar as valências técnicas, táticas, físicas e psicológicas, além de precisar dedicar um tempo aos estudos. Acredito que, para formar um atleta por completo hoje no Brasil, precisaríamos melhorar e conscientizar os jogadores e seus responsáveis nesta batalha, e a educação é fundamental nesse processo”, ressaltou.

De acordo com o treinador, o diferencial da base palmeirense está na qualificação dos profissionais, desde a comissão técnica, profissionais e apoio, dirigentes até os atletas.

Apesar disso, o clube manteve, até o ano passado, uma política de pouca utilização dos jogadores revelados na base. Somente neste ano, com a promoção de nomes como Gabriel Menino, Wesley, Gabriel Verón, Patrick de Paula e Alanzinho, o Palmeiras passou a dar mais espaço aos jovens.

Segundo Wesley, o aproveitamento dos jovens no time principal é uma questão de tempo. “É apenas uma questão de tempo para esse quadro mudar. Estamos gerando atletas de nível muito bom e construindo as oportunidades para ampliar isso, porém é um processo em desenvolvimento”, comentou.

Se o time principal ainda não conheceu todos os talentos formados no clube, a base palmeirense vem aproveitando bastante. Nos últimos três anos, o time sub-20 foi campeão de quase tudo que disputou.. Entre as principais competições, estão o tricampeonato paulista, a Copa RS e o Brasileirão em 2018 e a Copa do Brasil no ano passado. Para o treinador, os títulos não são o objetivo final, mas valem muito para o desenvolvimento dos atletas.

“Faz uma diferença bastante considerável, pois vivemos de gerar chances e oportunidades. Quando somos campeões, as atenções se voltam para todos os que foram responsáveis por isso. Mas os títulos são apenas consequência de um bom trabalho”, disse.

Perfil do treinador

Wesley Carvalho chegou ao Palmeiras em 2017 após quase duas décadas no Vitória. Na Bahia, ele iniciou sua carreira como atleta, sendo semifinalista da Copa São Paulo de 1993 pelo Rubro Negro. Reserva de Dida, o goleiro chegou a ser emprestado ao Atlético-MG e clubes de menor expressão até encerrar a careira dentro de campo.

O baiano voltou as atenções para os estudos e iniciou a carreira como treinador na base do Vitória anos depois. Após passagens pelas equipes sub-17 e sub-20, além de partidas pelo time profissional como interino, o treinador trocou Salvador por São Paulo, onde voltou a trabalhar com João Paulo Sampaio, ex-diretor da base rubro negra e coordenador no clube paulista.

Entre as conquistas pela equipe sub-20, Wesley também teve participações no time profissional, onde foi auxiliar de Alberto Valentim no fim da temporada 2017 e interino por um jogo, diante do Paraná, no Brasileirão de 2018. Sobre as diferenças entre base e profissional, o treinador disse que pressão e preparação são bem diferentes.

“Sem dúvidas, as principais diferenças são a pressão e a exposição, que no profissional são muito diferentes de uma base. Envolve muitas variáveis como pré-jogo e pós-jogo na equipe profissional que não têm tanto na base. O treinador tem essa atmosfera externa que impacta no interno para gerenciar”, concluiu.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...