Loading...

Maior campeão, Cruzeiro terá técnico novo e caras conhecidas no Brasileirão sub-20

Faltando 3 dias para o início do Brasileirão sub-20, o DaBase.com.br faz a 19ª matéria especial de uma série sobre os participantes do torneio nacional. Hoje, veremos que o maior campeão do torneio chega para a edição 2020 com mudanças de última hora na comissão técnica e reforços devolvidos pelo time profissional: o Cruzeiro.

Cruzeiro conquistou o tetra do Brasileirão sub-20 em 2017. Foto: Divulgação

A Raposa é tetracampeã do Brasileirão sub-20. É a única equipe a conquistar o título quando o torneio era organizado pela Federação Gaúcha de Futebol (2007, 2010 e 2012) e no atual formato, realizado pela CBF (2017).

O desempenho do time sub-20 também é regular nas demais competições, apesar do jejum de conquistas. O Cruzeiro foi campeão da Copa São Paulo em 2007 e, desde então, venceu apenas a Supercopa do Brasil de 2017, batendo o rival Atlético-MG nos pênaltis.

Nos últimos anos, a Raposa bateu na trave na Copinha, caindo nas semifinais em 2016 e nas quartas em 2018. Ne Copa do Brasil, a equipe ficou nas semifinais em 2016 e foi vice-campeã no ano passado, perdendo a decisão para o Palmeiras, em casa, após conquistar uma grande virada e deixar a taça escapar nos pênaltis.

O Alviverde, inclusive, foi o algoz do time mineiro nas quartas de final do Brasileirão de 2019. Após uma campanha decepcionante na Copa São Paulo deste ano, a expectativa para defender a hegemonia nacional é grande. Gilberto Fonseca, técnico do time sub-20 celeste, valorizou o peso da camisa em entrevista exclusiva ao DaBase.com.br.

“Podemos esperar um time muito competitivo no Brasileiro, que vai brigar pelas vitórias e para chegar às finais. Estou muito esperançoso em fazer um grande torneio. E a camisa do Cruzeiro é muito grande e continua sendo muito respeitada”

A expectativa do treinador, no entanto, é recente. Isso porque Gilberto assumiu a equipe sub-20 celeste há cerca de dez dias após a saída de Rogério Micale, que deixou o clube logo depois da contratação de Ney Franco para o comando do time principal.

Equipe sub-20 vem reforçada por atletas do profissional. Foto: Gustavo Aleixo/ Cruzeiro

O novo treinador havia chegado ao Cruzeiro no início do ano para comandar o time sub-17 e foi promovido há poucos dias de sua estreia. Com pouco tempo de preparação, ele pretende dar continuidade ao trabalho de Micale.

“Já peguei um trabalho pronto, darei prosseguimento a muitas coisas que o Micale deixou de bom, até porque não tenho tempo de mudar tudo de uma hora para a outra. Conversei isso com os atletas e todos entenderam bem. Aos poucos vou colocando minhas ideias. Já temos um jogo difícil com o Vasco em casa, mas temos a esperança de iniciar bem essa competição”, ressaltou.

O ano no Cruzeiro não foi de mudanças apenas na base. O clube vive uma reestruturação completa após o rebaixamento para a Série B e a crise interna, que levou a alterações em todos os departamentos.

Com menor investimento, os jovens se tornaram as grandes apostas do clube para a temporada. O Cruzeiro iniciou o ano com grande parte da geração vice-campeã da Copa do Brasil de 2019 entre os profissionais – vários como titulares. Nomes como Adriano, Pedro Bicalho, Jadsom, Maurício, Marco Antônio, Welinton, Alexandre Jesus e Thiago foram muito utilizados no Campeonato Mineiro.

Com as mudanças na comissão técnica e a chegada de reforços mais experientes, alguns atletas voltaram à equipe sub-20, casos de Pedro Bicalho, Riquelmo e Alexandre Jesus. Outros, como Jadsom e Maurício, seguem como titulares do time, ganhando a companhia do lateral-esquerdo Matheus Pereira.

O retorno dos atletas, na visão de Gilberto Fonseca, fortalece a equipe. O treinador ressalta o foco dos jovens em mostrar serviço na base para voltarem ao time profissional de forma definitiva.

“Os atletas desceram com a cabeça no sub-20, focados na base. Conversei com todos que voltaram, queria ouvir isso deles. Falei que é muito importante ir bem na base para chegar e ficar no profissional, e não ficar subindo e descendo. Tenho certeza que todos vão se empenhar ao máximo e competir. Senti que todos os atletas estão querendo. O time ficou muito forte, encorpou o elenco. Estou feliz pelo que estou vendo no dia a dia de trabalho”

MOMENTO

O time sub-20 cruzeirense voltou aos treinos no início de agosto com vários atletas sendo observados no time profissional e alguns voltando à categoria. Há cerca de dez dias, no entanto, a preparação sofreu uma importante perda: Rogério Micale, contratado para comandar o time sub-20 durante a paralisação, pediu demissão. Então treinador do sub-17, Gilberto Fonseca assumiu a equipe e, após dois amistosos contra Villa Nova e Coimbra, fará sua estreia no dia 23, às 15h, contra o Vasco, no SESC Venda Nova, em Belo Horizonte.

DESTAQUES

Foto: Gustavo Aleixo/ Cruzeiro

O zagueiro Paulo é uma das principais promessas da base celeste. O jogador assumiu a titularidade do time sub-20 no ano passado, com apenas 17 anos. Convocado para o Mundial sub-17, no entanto, o jovem precisou ser cortado devido a uma lesão. Aos 18 anos, ele já integra o elenco profissional e foi relacionado para o último duelo, diante do CSA, pelo Brasileirão da Série B. Caso não seja aproveitado, o defensor poderá reforçar a equipe sub-20 no Brasileirão.

 

Foto: Gustavo Aleixo/ Cruzeiro

Destaque da equipe sub-17 em 2019, o meia Alejandro chega para a temporada como uma das novidades do time sub-20. Ele marcou sete gols no ano passado e, na Copinha deste ano, entrou em todas as partidas. O jovem de 18 anos já foi convocado para a seleção mexicana sub-20, já que tem dupla nacionalidade, e integrou os treinos do time profissional por algumas semanas neste ano. Com a subida de vários atletas de sua posição, ele deve ser uma peça fundamental no Brasileirão.

 

Foto: Gustavo Aleixo/ Cruzeiro

Caio Rosa se dividiu entre o time sub-20 e a equipe profissional em 2020. Um dos destaques da base cruzeirense em 2019, com dez gols em 37 jogos, o jovem de 19 anos começou a temporada como titular na Copa São Paulo, marcando um gol em cinco partidas, além de ter atuado duas vezes no Campeonato Mineiro. Após ter o empréstimo ao Palmeiras descartado e ser promovido e devolvido duas vezes, ele chega para o Brasileiro como uma das referências do reforçado time celeste.

 

REFORÇOS DO PROFISSIONAL

Com uma equipe profissional em formação no primeiro semestre, muitos jovens da base foram aproveitados. No decorrer da temporada, no entanto, alguns reforços foram contratados e os jogadores menos utilizados voltaram ao sub-20 para a disputa do Brasileirão. Entre eles estão o volante Pedro Bicalho, de 19 anos, que fez seis jogos e um gol pelo time principal; o atacante Riquelmo, de 18 anos, autor de um gol na Copa São Paulo e utilizado em três partidas na equipe de cima; e o atacante Gui Mendes, de 20 anos, emprestado pelo Ituano, mas repassado à base antes mesmo de estrear.

MAIS UMA CHANCE PARA O ARTILHEIRO

Foto: Gustavo Aleixo/ Cruzeiro

Vinícius Popó foi um dos jogadores mais pedidos pela torcida cruzeirense na reta final de 2019. Artilheiro do clube em vários torneios nas categorias de base, o jovem fez 14 gols em 32 jogos pelo time sub-20 e foi utilizado em cinco jogos da equipe profissional – dois no Brasileirão. Em 2020, ele sofreu uma lesão e participou apenas de três jogos no Mineiro. Com a chegada de Ney Franco ao time principal, o jogador de 19 anos será observado no Brasileirão sub-20 para que o treinador decida seu futuro.

COMISSÃO TÉCNICA 

Foto: Gustavo Aleixo/ Cruzeiro

Gilberto Fonseca chegou ao Cruzeiro no início do ano para assumir o time sub-17. O ex-goleiro de 49 anos começou sua carreira no clube, no fim dos anos 80, e passou por diversos times mineiros e do cenário nacional. Como treinador, foi auxiliar de equipes profissionais e trabalhou na base do América-MG. Ele assume o sub-20 cruzeirense a duas semanas da estreia do Brasileirão, onde terá a seguinte comissão técnica:

Auxiliar Técnico: Leandro Guerreiro

Preparador Físico: Ângelo Alves

Treinador de Goleiros: Dênis Gago

Massagista: Michel Machado

Roupeiro: Edson Diniz

CALENDÁRIO

O Cruzeiro volta suas atenções apenas para o Brasileiro sub-20 neste ano. Após cair nas semifinais do Mineiro no ano passado, o clube ficou fora da Copa do Brasil, na qual foi vice-campeão em 2019. Sem a definição sobre a disputa do estadual da categoria, a Raposa estará focada na principal competição nacional.

Jogos do Cruzeiro no Brasileirão:

1ª rodada – 23/09, 15h – Cruzeiro x Vasco

2ª rodada – 27/09, 20h – Santos x Cruzeiro

3ª rodada – 30/09, 15h – Cruzeiro x Bahia

4ª rodada – 03/10, 15h – Goiás x Cruzeiro

5ª rodada – 11/10, 15h – Cruzeiro x América-MG

6ª rodada – 14/10, 15h – Fluminense x Cruzeiro

7ª rodada – 17/10, 15h – Cruzeiro x Palmeiras

8ª rodada – 25/10, 15h – Flamengo x Cruzeiro

9ª rodada – 01/11, 15h – Cruzeiro x Botafogo

10ª rodada – 04/11, 15h – Chapecoense x Cruzeiro

11ª rodada – 08/11 – Cruzeiro x São Paulo

12ª rodada – 14/11 –Corinthians x Cruzeiro

13ª rodada – 22/11 – Cruzeiro x Sport

14ª rodada – 25/11 –Cruzeiro x Vitória

15ª rodada – 29/11 –Internacional x Cruzeiro

16ª rodada – 02/11 – Cruzeiro x Ceará

17ª rodada – 06/11 – Grêmio x Cruzeiro

18ª rodada – 13/11 – Cruzeiro x Athletico-PR

19ª rodada – 20/11 – Atlético-MG x Cruzeiro

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...