Loading...

Internacional goleia, mas Fluminense vence nos pênaltis e conquista Brasileirão Feminino Sub-18

O Fluminense conquistou a segunda edição do Brasileirão Feminino Sub-18 de forma dramática. A equipe foi goleada pelo Internacional por 4 a 1 no tempo normal, na noite deste sábado (20), no Beira-Rio, em Porto Alegre. Nos pênaltis, porém, a goleira Ravena decidiu uma disputa dramática e garantiu a vitória por 7 a 6.

Tricolor conquistou segunda edição do torneio, referente a 2020. Foto: Thais Magalhães/ CBF

O Tricolor conquistaram a segunda edição do torneio, que foi adiado para o início de 2021 devido à pandemia. Em 2019, o Internacional havia ficado com o título ao bater o São Paulo.

A campanha vitoriosa teve oito vitórias, um empate e quatro derrotas, 18 gols marcados e onze sofridos. Mileninha, com onze gols, foi a artilheira isolada da competição.

O Tricolor começou com tudo e abriu o placar logo no primeiro minuto. Após reposição de bola da goleira Ravena, Luany ganhou da marcação na velocidade, invadiu a área e tocou para o fundo das redes.

A equipe carioca seguiu ameaçando, com Luany e Carol Valle tendo boas chances. Mas a partir da metade da etapa inicial, as Gurias Coloradas aproveitaram os espaços e equilibraram a partida.

Aos 29, veio o empate. Mileninha avançou pela esquerda e passou para Bia, que tirou da goleira e deixou tudo igual. O Fluminense respondeu com uma bola na trave de Carol Valle, mas o Inter virou o jogo aos 38, quando Maiara foi puxada por Núbia dentro da área. Pênalti que Tainá Maranhão cobrou e não desperdiçou.

As gaúchas voltaram do intervalo no mesmo ritmo e fizeram o terceiro aos seis minutos. Em rápido contra-ataque, Maiara deixou para Mileninha, sozinha, tocar na saída da goleira e fazer seu décimo gol na competição. Dona do jogo, a equipe fez o quarto aos 26, quando Maiara recebeu de Bia e, em velocidade, passou novamente para Mileninha marcar.

Sem o critério do saldo de gols, a decisão foi para os pênaltis. Lara Dantas e Tainá Maranhão marcaram os primeiros para cada equipe, mas depois as goleiras brilharam. Gabi Barbieri pegou a cobrança de Luany e Ravena defendeu o chute de Maiara.

Na sequência, Gabi pegou a batida de Larissa e Bia converteu para o Inter, mas Luiza acertou para o Tricolor e Maju parou em Ravena. Núbia e Alessandra converteram as últimas cobranças e levaram a disputa para as alternadas, onde as goleiras brilharam novamente. Gabi parou Duda Clazans e Ravena fez o mesmo com Vic.

Na sequência, Andressa, Kamila, Kethilyn, Duda Flores, Carol Valle e Mari Barbieri acertaram e mantiveram o empate. Na décima batida, Kailane converteu para o Fluminense e Guta parou na goleira Ravena, que garantiu o título.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...