Loading...

Internacional faz trabalhos específicos com cada categoria durante isolamento

A pandemia do novo coronavírus obrigou os clubes de futebol a inovar nos métodos de trabalho para manter os atletas em atividade. Com a tecnologia, a coordenação técnica promove trabalhos específicos com cada categoria.

Inter vem mantendo reuniões online com profissionais da base. Foto: Reprodução/ Zoom

Os processos acontecem através de reuniões online, com chamadas de vídeo, discussões em grupos de WhatsApp e orientações que vão além do futebol.

SUB-20

A equipe comandada por Fábio Matias vinha do título da Copa São Paulo e se preparava para a estreia na temporada, diante do Vilhenense-RO, pela Copa do Brasil. Com isso, a comissão técnica envia diariamente vídeos com análises técnicas e táticas de movimentos ofensivos e defensivos de jogos da Copinha. Os jogadores são estimulados a praticar os exercícios passados e, posteriormente, fazer suas próprias apresentações.

“Tudo está indo muito bem, os atletas estão querendo muito. Eles recebem tarefas para realizar e tiram dúvidas, o interesse deles é muito grande. Todos estão muito comprometidos e conseguimos verificar online quando se conectam ao material enviado para o estudo e a realização do que propomos”, afirmou Fábio Matias.

SUB-17

No juvenil, o foco é a comunicação. Reuniões virtuais entre coordenação e comissão técnica discutem o planejamento para a temporada. Os atletas foram divididos por posição, em grupos de WhatsApp, onde vídeos com análises táticas são enviadas. Assim, nenhum jogador perde conteúdo durante o período de isolamento.

De acordo com o técnico Ariel Lanzini, o material construído sobre o modelo de jogo ficará de legado para o Inter. “A pandemia gerou um fato novo, pois nunca passamos por isto e foi necessário nos adaptarmos a tudo isto. A parte boa é que este período está servindo para que todos estudem e se capacitem ainda mais para, quando voltarmos, termos um bom nível de trabalho”, comentou.

SUB-15

Na categoria infantil, o aspecto psicológico é trabalhado com destaque. Os atletas são incentivados a ler e aprender novos instrumentos, sempre monitorados virtualmente. Além disso, jogos antigos transmitidos na TV são analisados pelo grupo, para que a evolução e as mudanças do jogo sejam discutidas internamente.

“A ideia é que não fiquem focados somente no futebol, que possam realizar atividades diferentes para enfrentar este momento. “Estamos sempre em contato. Não deixamos nada ficar monótono. Até os vídeos do treinos que os atletas enviam são analisados com muita atenção para dar mais motivação a eles”, contou o técnico Lucas Marchetti.

SUB-14

A categoria fez um amistoso diante do Juventude dias antes da pausa das atividades. Os lances desse jogo são analisados em vídeo por comissão técnica e atletas, que também estão divididos por posição em grupos do WhatsApp. Atividades lúdicas, como desafios entre atletas de cada posição, são formas diferentes de tornar o conteúdo interessante.

“A resposta tem sido muito boa. Em alguns momentos eu fico até surpreso, mas acima de tudo muito satisfeito pelo envolvimento de todos”, contou Eder Moraes.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...