Loading...

Flamengo segura pressão do América-MG e vence na abertura do Brasileirão Sub-20

O Flamengo estreou no Brasileirão Sub-20 com uma vitória apertada diante do América-MG. Com um a menos nos minutos finais, a equipe segurou o placar de 1 a 0 na tarde desta quinta (24), na Gávea, Rio de Janeiro, pela primeira rodada do torneio.

Ryan Luka garantiu vitória. Foto: Marcelo Cortês/ CRF

Com o resultado, o Rubro-Negro assumiu a liderança do torneio, com três pontos, deixando o Coelhãozinho na lanterna. O restante da rodada será disputada no fim de semana.

As duas equipes voltam a campo pela segunda rodada do torneio na próxima semana. Na quarta (30), às 15h, o América recebe o São Paulo no SESC Venda Nova, em Belo Horizonte. Na quinta (01), às 16h, o Flamengo visita o Atlético-MG também no SESC Venda Nova, em Belo Horizonte.

Antes, os dois clubes têm compromissos por seus Estaduais. O Flamengo visita a Portuguesa no sábado (26), às 10h, no Estádio Luso-Brasileiro, Rio de Janeiro, pela sétima rodada do Carioca. Já o América recebe o Pouso Alegre no domingo (27), às 16h, no SESC Venda Nova, em Belo Horizonte, pela sétima rodada do Mineiro.

O jogo

Os donos da casa começaram a partida marcando alto e pressionando os mineiros, que não conseguiram sair para o jogo. As primeiras chances vieram em bola alçada na área para Otávio e tentativa de Lázaro, mas o gol saiu apenas aos 25 minutos.

Ryan Luka recebeu na grande área, cortou o marcador com estilo e tocou no cantinho, colocando os cariocas em vantagem. Os visitantes responderam somente em falta lançada na área, mas Goldeson acabou travado pela marcação.

O panorama da etapa final foi diferente. Apesar da boa jogada de Thiaguinho no início, o Coelhãozinho criou as principais oportunidades, acertando o travessão em cabeçada de Diogo e assustando o goleiro Matheus Cunha nas tentativas de Goldeson.

A situação rubro-negra ficou mais difícil aos 38, quando Otávio perdeu para Diogo na velocidade, cometeu falta próxima à área e foi expulso. A equipe conseguiu segurar a pressão americana, que ameaçou apenas com Zé Vitor, e ficou com a vitória.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...