Loading...

ESPECIAL BRASILEIRÃO SUB-17: Corinthians promete time raçudo para recuperar anos dourados

A 20ª e última matéria da série especial do DaBase.com.br sobre o Brasileirão Sub-17 traz um clube que quer recuperar os anos vitoriosos da última década. O Corinthians chega com um time raçudo, mas desfalcado e vivendo um processo de renovação na base.

Corinthians vem de queda para o São Paulo no Brasileirão. Foto: Rodrigo Gazzanel/ Corinthians

O Timãozinho conquistou tudo que poderia no meio da última década. A equipe sub-17 venceu três edições do Mundial de Clubes, em 2010, 2011 e 2015 – mesmo ano em que conquistou a Taça BH. Em 2016, veio o título da Copa do Brasil para coroar uma geração promissora, que tinha nomes como Pedrinho, Léo Jabá, Léo Santos e Carlos Augusto.

Depois disso, no entanto, o Corinthians bateu na trave em suas campanhas. O time foi vice-campeão da Copa do Brasil em 2017 e parou nas quartas em 2018. Na Taça BH, foram três eliminações seguidas nas oitavas e, no Paulistão, o último título veio em 2013, caindo nas semifinais em 2015 e nas últimas três edições.

No Brasileirão, o clube se aproximou ainda mais do título, em 2019, mas acabou com o vice-campeonato da primeira edição. Já no ano passado, a eliminação veio nas quartas, nos pênaltis, diante do São Paulo, levando uma virada no segundo tempo do duelo de volta.

Em 2021, a promessa é ter um time agressivo e identificado com a raça corintiana. O técnico Gustavo Almeida, que falou com exclusividade ao DaBase.com.br, disse como será a equipe neste ano.

“Esperamos que o Corinthians seja um time agressivo, com muita vontade de vencer e que consiga evoluir e melhorar a cada jogo. Temos um grupo de jogadores com muita vontade de representar os valores do clube dentro do campo e querem aproveitar essa oportunidade de disputar uma competição desse nível, que a cada jogo exige a sua melhor preparação”.

Destaque da Geração 2004, Guilherme Biro já atua pelo profissional. Foto: Rodrigo Coca/ Corinthians

A preparação deste time, no entanto, sofreu turbulências nas últimas semanas devido à pandemia. O clube suspendeu os treinos da categoria sub-17 e, com o adiamento do Brasileirão para abril terá que se adaptar e buscar a melhor forma durante a competição.

“Estamos passando por momentos difíceis, não só no futebol, mas nas nossas vidas. Então não tivemos a preparação da forma que gostaríamos, mas acredito que todos passam pelos mesmos problemas. Então, acredito que todas as equipes estarão em busca de uma evolução durante o campeonato, pela descontinuidade do processo de treino/competição durante todo esse período”, comentou.

O desenvolvimento da equipe também terá que superar alguns desfalques. Os principais destaques da geração 2004 já foram promovidos ao time sub-20, que vive uma reformulação. Nomes como do zagueiro Renato Santos e dos meias Pedrinho e Thomas Augustín já treinam com a equipe, enquanto o lateral Léo Maná e o atacante Felipe Augusto já figuram entre os titulares.

Ainda há o exemplo de Guilherme Biro, que ao lado de Renato, foi campeão sul-americano sub-15 pela Seleção Brasileira em 2019. O lateral-esquerdo foi promovido ao time sub-20, mas já treina e joga pelo profissional, sendo uma das maiores apostas do clube.

Apesar disso, o Corinthians pode contar com garotos talentos que permaneceram no time sub-17 e que vêm da categoria sub-15. A geração que também fez parte do elenco campeão paulista sub-13 em 2017 faz a transição após um ano sem competições oficiais, o que, na visão de Gustavo Almeida, será um desafio para todos os clubes.

“Realmente faltou um ano competitivo como foram em outras temporadas e estávamos acostumados. Tudo isso gerou um atraso no desenvolvimento, mas também nas avaliações e tomadas de decisões quanto a formação de uma equipe competitiva. Por outro lado houve mais foco no indivíduo e na formação deles, fazendo com que nossas decisões fossem pautadas nessa própria evolução individual. E agora a competição tem um papel fundamental também nessa constante avaliação/desenvolvimento. Também temos jogadores 2004 que participaram bastante no ano passado e carregam a experiência de já terem participado desse campeonato”, finalizou.

DESTAQUES

Vinícius Cressi. Foto: Reprodução/ Instagram

Vinícius Cressi

O zagueiro Vinícius Cressi é um dos mais rodados do elenco. O jovem de 17 anos passou por São Paulo, Palmeiras e Juventus-SP antes de chegar ao clube, em 2019. Ele teve seus primeiros minutos no time sub-17 em 2020, disputando duas partidas no Brasileirão, mas fez cinco jogos pela equipe sub-20 no Paulistão, chegando ao seu segundo ano na categoria com mais experiência.

 

Murilo. Foto: Reprodução/ Instagram

Murilo

O atacante Murilo é uma das apostas da equipe sub-17 para 2021. O jogador de 16 anos começou sua carreira no Paulista e chegou ao Parque São Jorge em 2017. Ele marcou dois gols no Paulistão Sub-15 de 2019 e ganhou seus primeiros minutos na categoria juvenil no último Brasileirão, disputando sete partidas – duas como titular.

 

Arllan. Foto: Reprodução/ Instagram

Arllan

Arllan é um talento precoce. O atacante de 17 anos chamou a atenção do Corinthians ao disputar três partidas da Copa São Paulo de 2020 pelo Retrô aos 15 anos. Contratado, ele somou nove partidas na última temporada, sendo quatro pelo Brasileirão Sub-17 – com um gol marcado – e cinco jogos no Paulistão Sub-20, anotando dois gols. O jogador chega a 2021 trazendo a experiência da categoria de cima para a equipe juvenil.

TÉCNICO

Gustavo Almeida. Foto: Rodrigo Gazzanel/ Ag. Corinthians

Gustavo Almeida

O técnico Gustavo Almeida vai para o seu terceiro ano à frente do time sub-17 corintiano. Ele construiu sua carreira no Red Bull Brasil, onde esteve entre 2011 e 2018, ano em que chegou ao Parque São Jorge. Ele comandou a equipe no vice-campeonato brasileiro brasileiro em 2019.

Auxiliar Técnico: Caco Espinoza

Preparador Físico: Rodrigo Marin

Treinador de Goleiros: Nelcírio Franchin

ÚLTIMOS RESULTADOS

O Corinthians viveu anos vitoriosos na categoria na última década, conquistando três vezes o Mundial de Clubes (2010, 2011 e 2015), o Paulistão de 2013, a Taça BH em 2015 e a Copa do Brasil de 2016. Depois disso, a equipe parou nas oitavas da Taça BH nos três anos seguintes, nas quartas da Copa do Brasil em 2018 (assim como em 2013, 2014 e 2015) e no Brasileirão de 2020 e nas semifinais do Paulistão em 2015, 2017, 2018 e 2019, além de ser vice da Copa do Brasil de 2017 e do Brasileirão de 2019.

ESTREIA DEFINIDA

A CBF definiu na última terça (09) os grupos e a tabela detalhada das primeiras rodadas do Brasileirão Sub-17. O Timãozinho stá no Grupo B, ao lado de Athletico-PR, Atlético-MG, Chapecoense, Fluminense, Fortaleza, Internacional, Santos, Sport e Vasco.

A equipe estreia no dia 10 de abril, sábado, às 15h, diante do Internacional, no Parque São Jorge, em São Paulo.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...