Loading...

Em jogo de seis gols, São Paulo arranca empate com o Flamengo pelo Brasileirão Sub-17

São Paulo e Flamengo fizeram um jogaço de ida das semifinais do Brasileirão Sub-17. O Tricolor abriu 2 a 0, levou a virada no primeiro tempo, mas arrancou o empate por 3 a 3 no fim, na tarde deste sábado (24), no Estádio Marcelo Portugal, em Cotia.

Empate manteve confronto em aberto. Foto: Fernando Teixeira/ saopaulofc.net

Com o resultado, quem vencer a partida de volta avança à final. Em caso de novo empate, a decisão vai para os pênaltis.

As duas equipes voltam a se enfrentar pelo duelo de volta das semifinais no próximo sábado (31), às 14h, na Gávea, Rio de Janeiro. Quem passar, enfrentará o vencedor do duelo entre Cruzeiro e Vasco, que entram em campo no domingo (25).

O jogo

Os donos da casa rapidamente abriram vantagem. Depois do goleiro Dyogo afastar cobrança de escanteio fechada de Mateus Amaral, Kayque Ryan aproveitou uma nova batida e o rebote da defesa para chutar de fora da área e mandar no cantinho.

Matheus Gonçalves obrigou o goleiro são-paulino Leandro a fazer boa defesa na sequência, mas quem voltou a marcar foi o Tricolor. Aos doze, Zé Welinton perdeu a bola dentro da área e Caio pegou a sobra para ampliar. Ele quase fez o terceiro logo depois, mas mandou rente à trave.

Os cariocas começaram sua reação aos 25, minutos depois de Mateusão perder chance de frente para o gol. JP aproveitou escanteio e desvio na primeira trave para completar debaixo do gol. Petterson ainda acertou a trave em nova cobrança de escanteio antes de Mateusão empatar.

Aos 33, Matheus Gonçalves arrancou pela direita e, mesmo caído, rolou para o camisa 9 deixar tudo igual após bate-rebate na área. Cinco minutos depois, foi a vez de Petterson arrancar pela esquerda e cruzar rasteiro, Mateusão fazer o corta-luz e Matheus Gonçalves completar com categoria para virar o duelo.

Na etapa final, o São Paulo foi em busca da reação. A equipe insistiu em bolas cruzadas na área e ameaçou com André e Rodriguinho. Newerton assustou em chute cruzado e o goleiro Dyogo também fez boas defesas nas tentativas de Luizinho e Caio.

O gol de empate, porém, veio na bobada do camisa 1 rubro-negro. Aos 44 minutos, Eduardo Brito pressionou Dyogo, que chutou em cima do atacante. Ele completou para o gol e deixou tudo igual.

 

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...