Loading...

Em duelo de invictos, Fortaleza bate Vitória e segue 100% no Brasileirão de Aspirantes

O Fortaleza está cada vez mais próximo da segunda fase do Brasileirão de Aspirantes. No duelo dos líderes dos grupos, a equipe superou o Vitória por 2 a 1 na tarde desta quinta (15),no CT Ribamar Bezerra, em Maracanaú, pela quinta rodada, mantendo os 100% de aproveitamento.

Wendson e Erick deixaram Tricolor a uma vitória da segunda fase. Foto: Karim Georges/ Fortaleza

Com o resultado, o Tricolor do Pici segue isolado na liderança do Grupo B, com quinze pontos, dois a mais que o vice-líder Bahia. Já o Rubro-Negro caiu para a vice-liderança do Grupo A, com os mesmos oito pontos do líder Grêmio, mas com saldo de gols menor.

As duas equipes voltam a campo pela sexta rodada na próxima semana. Na quarta (21), às 15h, o Fortaleza visita a Ponte Preta no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Na quinta (22), às 15h, o Vitória recebe o Red Bull Bragantino no Barradão, em Salvador.

O jogo

Os donos da casa criaram as principais chances de gol da etapa inicial. Depois de um início mais travado, a equipe se soltou pelos lados e ameaçou com Wandson pela esquerda e Vitor Ricardo, que atacou pela direita e obrigou Yuri a fazer grande defesa após jogada de Wandson.

A defesa baiana também salvou em cima da linha após tentativa de Vitor Ricardo, pegando a sobra do escanteio. Já os visitantes só assustaram em descida veloz pela esquerda e chute de Calabetão sobre o gol, sem grande perigo.

Logo no primeiro minuto da etapa final, Carlos bobeou, perdeu na velocidade e derrubou Erick na área. Vitor Ricardo cobrou o pênalti, mas parou em Yuri. A equipe não sentiu o lance e, aos onze minutos abriu o placar. Wandson foi lançado por Hércules em velocidade, ganhou da marcação e tocou por cobertura para marcar um belo gol.

Três minutos depois, Vitor Ricardo puxou o contragolpe e serviu Erick, que cara a cara não desperdiçou, ampliando a vantagem tricolor.  Depois disso, o ritmo do duelo caiu. O Leão do Pici ameaçou em alguns contra-ataques, enquanto o Rubro-Negro só assustou em arremates de longe.

Nos acréscimos, Hitalo aproveitou a bobeada da defesa, roubou a bola no meio, arrancou e sofreu pênalti de Habraão. Ronaldo cobrou e descontou, mas a reação do Vitória parou por aí.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...