Loading...

De volta ao Ceará, técnico Álvaro Martins fala sobre expectativa para o Brasileirão Sub-17

O Brasileirão Sub-17 é a primeira competição de base no calendário do Ceará nesta temporada. O torneio, que começa no próximo sábado (08), reunirá 20 equipes, competindo por oito vagas nas quartas de final – uma das metas principais estipuladas pelo técnico Álvaro Martins.

Álvaro Martins voltou ao Ceará neste ano. Foto: Pedro Chaves/ Ceará

“Nossa expectativa é alcançar uma inédita segunda fase para o Ceará. Porém, mais importante que o resultado é alcançar nossos objetivos em termos de processo, que é dar uma formação mais rica para os nossos talentos, dar tempo para os atletas nascidos em 2004 diante de grandes adversários, e também para os nascidos em 2005, que são muito talentosos”, explicou o treinador.

O Vozão está no Grupo A, ao lado de América-MG, Atlético-GO, Bahia, Botafogo, Cruzeiro, Grêmio, Flamengo, Palmeiras e São Paulo. A estreia será no dia 8, sábado, às 15h, diante do Atlético-GO, na Cidade Vozão, em Itaitinga. Álvaro revelou que estuda o adversário há algum tempo e prepara um time forte para o confronto.

“O Atlético é estreante na competição, mas é uma equipe grande do seu estado, um adversário que vamos enfrentar como todos os jogos do Brasileiro. São clássicos, jogos muito difíceis, independentemente de ser estreante ou não. Já estamos nos preparando para o jogo há um tempo devido aos adiamentos, já temos algumas informações e vamos usá-las para fazermos ajustes e ter sucesso no jogo”, analisou.

Retorno ao Ceará e experiência internacional

Álvaro Martins voltou ao Ceará em março após uma trajetória vitoriosa no time sub-20 do Floresta. No Lobo da Vila, ele conquistou a Copa Seromo e o Cearense da categoria, além de levar a equipe às oitavas de final da Copa do Brasil, eliminando o Confiança na primeira fase

De volta ao Vozão, desta vez para assumir a categoria sub-17, o treinador se disse honrado pelo convite e satisfeito com os últimos resultados.

“Essa volta me deixou bem feliz, é um retorno que me traz reconhecimento por parte do Ceará, um clube gigante. Foi importante em vários aspectos, tinha sido uma aposta sair daqui, consegui fazer algo bem legal no Floresta, alcançamos 100% de sucesso. O retorno ao Ceará tem um pouco disso, do reconhecimento à minha primeira passagem e ao Floresta. Espero retribuir ao clube o que ele tem feito por mim a anos atrás e atualmente, e tomara que tudo dê certo por muitos anos”.

Como se não bastasse a experiência no futebol cearense, Álvaro traz na bagagem um currículo internacional. Ele trabalhou como observador e treinador na base do Porto, do Boavista e do Estoril, todos de Portugal, além de somar cursos e certificações internacionais. Em sua visão, essa experiência poderá contribuir para uma boa campanha do Vozão no Brasileiro

“Minhas experiências de vida e acadêmicas agregam conhecimento, e dentro disso há coisas que, mesmo em realidade diferente ou na teoria, conseguem ser adaptadas e aplicadas na minha realidade. É um campeonato novo para mim, já participei do Nacional Sub-15 em Portugal, onde o nível era altíssimo. Algumas experiências vão ser agregadas, outras vou me adaptar, passar por elas, mas é o processo natural do futebol”, concluiu.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...