Loading...

Das ladeiras de Salvador ao Bahia: Craque da Galera da Copa do Brasil Sub-20, Daniel Santos se diz preparado para o time profissional

O Bahia ficou a alguns minutos de uma grande virada e da decisão por pênaltis  da Copa do Brasil Sub-20 Apesar de o gol do Vasco nos acréscimos ter frustrado o sonho do Tricolor, muitos nomes da equipe vice-campeã se destacaram. Um deles é o de Daniel Santos.

Daniel foi eleito o Craque da Galera da Copa do Brasil Sub-20. Foto: Reprodução/ Instagram

O atacante de 19 anos foi eleito, em uma votação popular no perfil do DaBase no Instagram, o Craque da Galera da Copa do Brasil Sub-20. Em entrevista exclusiva, o jovem celebrou a conquista individual, um de seus objetivos na temporada.

“Eu trabalhei e lutei diariamente para conquistar o título, ser o artilheiro e o melhor jogador da competição. Infelizmente ficamos com o vice-campeonato, mas quando eu fiquei entre os melhores jogadores da Copa do Brasil foi uma grande felicidade. Felicidade que só aumentou quando conquistei o prêmio de melhor da competição e isso foi fruto do meu trabalho, dedicação e empenho. Aproveito para agradecer meus companheiros, comissão técnica e familiares pelo apoio que me dão todos os dias”, ressaltou.

Para chegar a esse nível, Daniel  precisou passar pelas ladeiras de Salvador, onde começou brincando de bola com seus amigos. Depois de rodar por algumas escolinhas, o atacante chegou ao Tricolor e construiu sua trajetória até subir ao time sub-20.

Após a estreia em 2018, ele se firmou no ano seguinte e, em 2020, foi um dos destaques. Foram sete gols em 30 jogos, alguns deles decisivos – como nas vitórias por 1 a 0 contra Atlético-MG e no Ba-Vi, ambos pelo Brasileirão.

Na Copa do Brasil, Daniel balançou as redes duas vezes, diante de São Paulo (quartas) e Palmeiras (semifinais).  A trajetória poderia ter sido coroada com o título, que escapou após o time sofrer o gol de empate do Vasco nos acréscimos. O atacante relembrou os momentos da final e disse que a equipe poderia ter levado a disputa para os pênaltis.

“Quando conseguimos virar o placar, foi um sentimento de que éramos uma equipe muito forte e formada por guerreiros. Acredito e acreditamos que dava para buscar a vitória, levar para os pênaltis e conquistar aquele título inédito. Aprendemos muito com essa campanha e ela servirá para nos amadurecer nas coisas que vem pela frente. Sonho muito em chegar aos profissionais e trabalhar para fazer história”.

Daniel Santos tem Adama Traoré como inspiração. Foto: Reprodução/ Instagram

Jogador de força e velocidade, Daniel lembra no estilo dentro e fora de campo um outro jogador da posição: Adama Traoré, espanhol que defende o Wolverhampton, da Inglaterra. O atleta, inclusive, é uma de suas inspirações, ao lado de outro atacante do Tricolor.

“Tenho algumas (inspirações) que sempre observo e extraio coisas boas. Nomes como o Adama Traoré Diarra, Ronaldinho Gaúcho e o Gilberto, do próprio Bahia, que vem fazendo uma excelente temporada”, citou.

Para fechar, Daniel fala que sonha em atuar na Europa, mas que o primeiro objetivo é subir aos profissionais do Bahia. Ele acredita estar pronto para esse desafio em 2021.

“Meu sonho é conseguir ter um alto rendimento e jogar contra os melhores e com os melhores na Europa. Sei que tenho um longo caminho para percorrer, mas quero buscar um rendimento maior do que o da temporada passada. Tenho como objetivo chegar ao profissional bem fisicamente e psicologicamente, assim estarei pronto para qualquer desafio e oportunidade que surgir. Posso dizer que me sinto preparado e pronto para o profissional, mas será com paciência e degrau a degrau para que eu chegue bem e dê meu melhor”, finalizou.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...