Loading...

Com nome de craque, jovem de 11 anos do Fluminense treina com o pai durante a pandemia

Não é só o nome que chama a atenção O futebol de Sonny Anderson, de apenas 11 anos, já é elogiado como promissor.  O meia do Fluminense despertou interesse de vários clubes brasileiros, mas a família optou pelo clube carioca.

O jovem passou por testes em escolinhas de outros clubes no Espírito Santo, mas o projeto tricolor foi mais convincente.

“O Sonny treinava na escolinha do Fluminense em Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo, mas foi aprovado em avaliações no Flamengo em 2017, e no Corinthians e no Santos em 2018. O Fluminense soube e veio conversar com a gente, apresentando um projeto de longo prazo para ele. Acredito que fizemos a escolha certa e estamos muito felizes com o tratamento que meu filho recebe do clube nesses dois anos”, declarou Wanderson Barreto, pai da joia tricolor.

Natural de Presidente Kennedy, o garoto completa 12 anos em outubro e tem no pai um de seus treinadores. Durante a pandemia, ele vem treinando em casa e também recebe o apoio clube.

“Eu faço um trabalho com bola com ele todos os dias em casa ou em algum campo próximo. Além disso, uma vez por semana a comissão técnica da base do Fluminense promove treino online. O importante é que o Sonny se mantém em atividade e, assim que os treinos forem liberados, ele irá se reapresentar em boa forma”, concluiu Wanderson.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...