Loading...

Com grande primeiro tempo, Japão derrota o México nos Jogos Olímpicos

Nos primeiros minutos, a seleção japonesa tomou conta da partida. Logo aos cinco minutos abriram o placar com cruzamento de Doan e finalização de Kubo. O camisa 7 entra para a história ao marcar o gol mais rápido do Japão na história dos Jogos Olímpicos.

Pouco depois, aos 11, Soma invadiu a área pela esquerda e foi derrubado por Montes. Pênalti que o árbitro só marcou depois de ser chamado pelo VAR e que Doan converteu com uma bomba no meio do gol, vencendo o capitão Ochoa.

No segundo tempo, o México deixou o duelo mais equiparado, mas as oportunidades criadas pelas duas equipes levavam pouco perigo aos goleiros. Aos 22 minutos pareceu tudo decidido quando Doan recebeu lançamento de Tanaka, foi derrubado a um passo da área e o Vásquez foi expulso. Por incrível que pareça, mesmo com um a menos os mexicanos conseguiram descontar aos 39, em falta pelo lado direito que Alvarado bateu, a bola passou por todo mundo e morreu no fundo da rede. O selecionado da América do Norte conseguiu pressionar nos últimos minutos e fazer o adversário passar um sufoco danado, mas a defesa nipônica se segurou até o fim.

Com o resultado, o Japão torna-se o único com 100% de aproveitamento, porém, a classificação ainda não está definida. Será preciso pelo menos um empate (ou até mesmo derrota por um gol de diferença) diante da França, quarta-feira (28), em Yokohama. Já o México precisa vencer a África do Sul, em Sapporo, para passar de fase sem depender de outro resultado.

Deixe sua opinião

É futebol de base? Então nada escapa dos meus olhos, seja no Brasil ou no exterior.
Loading...