Loading...

Com atuação de gala de Yan, Atlético-MG goleia Porto Vitória pela Copa do Brasil Sub-17

O Atlético-MG contou com um show de Yan para colocar um pé nas semifinais da Copa do Brasil Sub-17. O camisa 10 marcou quatro na goleada por 5 a 0 sobre o Porto Vitória, na tarde desta terça (21), no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, pelo duelo de ida das quartas de final.

Galinho venceu com três gols no primeiro tempo e dois no segundo. Foto: Fotos @Bissin12 / Porto Vitória

Com o resultado, o Porto terá que vencer o duelo de volta por seis gols para chegar às semifinais. Triunfo por cinco gols leva a decisão para os pênaltis.

Os dois times voltam a se enfrentar na próxima terça (28), às 16h, no SESC Venda Nova, em Belo Horizonte. Quem passar, enfrenta o vencedor do confronto entre São Paulo e Fluminense, que entram em campo na quinta (23).

Antes, ambas as equipes entram em campo pelos seus respectivos Estaduais. No sábado (25), às 09h, o Atlético recebe o Funorte na Cidade do Galo, em Vespasiano, pela sexta rodada do Mineiro Sub-17. No domingo (26), às 13h, o Porto Vitória pega o Forte no Campo Nou, em Serra, pela segunda rodada do Capixaba Sub-17.

O jogo

Os mineiros começaram melhores e logo abriram o placar. Na primeira chance, Isacs saiu na cara do gol, mas isolou. Na segunda, aos doze minutos, o atacante roubou a bola do zagueiro e cruzou na cabeça de Yan, que colocou no cantinho.

Os donos da casa buscaram a reação e chegaram com perigo três vezes. Diego Fernandes fez duas boas defesas, nas tentativas de Felipão e Diego, e também contou com Matheus Antônio, que salvou em cima da linha no chute de Matheus Jesus.

Aos 40, o Alvinegro aumentou a vantagem. Após jogada pela esquerda, Yan recebeu pelo meio e arriscou de longe, acertando o cantinho. O camisa 10 teve a cabeçada defendida pelo goleiro André pouco depois, mas chegou ao eu hat-trick aos 45, cobrando pênalti sofrido por Lucas Pessoa.

A etapa final foi mais morna, porém com mais um gol de Yan. Aos 14 minutos, ele recebeu de Isaac na área, balançou e chutou colocado, no ângulo, para fazer o quarto tento atleticano. Os visitantes administraram a vantagem e ampliou o marcador mesmo após a expulsão de Cadu, aos 23, pelo segundo cartão amarelo.

Aos 39, Henrique evitou o gol em cima da linha usando o braço, a arbitragem assinalou pênalti e expulsou o jogador do time capixaba. Nicollas cobrou e fechou a goleada.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...