Loading...

Aos dez anos, Gabriel Souza mostra foco para ser goleiro e quer inspirar jovens no futuro

Para ser goleiro, é preciso muita responsabilidade. A posição mais delicada do futebol requer atletas focados, que treinam dia após dia e sempre estão concentrados para qualquer bola que vá na direção de sua meta. Aos dez anos de idade, Gabriel Souza já mostra características que indicam um futuro promissor debaixo das traves.

Gabriel é uma das promessas da escolinha Chute Inicial Corinthians. Foto: Arquivo Pessoal

Apesar da pouca idade, o jovem é destaque dentro e fora de campo. Atleta da escolinha Chute Inicial, do Corinthians, e do Vert Vita Futsal, de São José dos Campos, o goleiro já atua em categorias mais velhas e mostra muita maturidade para uma criança que iniciou sua trajetória há poucos anos.

Tudo começou em 2015, com a intenção de praticar uma atividade física. Paulo Roberto, pai do jovem, conta que o garoto iniciou como meio-campista, mostrando habilidade e visão de jogo. Entretanto, sempre que surgia uma oportunidade, ele calçava as luvas e ia para o gol. Em entrevista exclusiva ao DaBase.com.br, Paulo – que foi goleiro na juventude – detalha como foi a decisão pela nova posição.

“No final de 2018, brincando com os amigos do prédio, o Gabriel decidiu que seria goleiro. Como eu já havia tido experiência como goleiro, percebi que a forma como ele se posicionava no gol, o tempo de bola e as quedas para as defesas eram indícios de um grande potencial. Quem já foi goleiro sabe que é uma posição complicada, por isso, de início não o incentivei, esperei que a decisão partisse dele. E assim foi. Hoje, ele tem sido acompanhado por um fisiologista, nutricionista e endocrinologista, além dos treinadores”, disse.

Com o olhar de quem conhece a posição, Paulo percebeu que o filho poderia ir além das quadras do prédio. Jogando pelo Chute Inicial, ele se destacou e viu a oportunidade de chegar às categorias de base de um gigante: o Corinthians. A família não pensou duas vezes e levou o garoto a um teste, como ele relembra.

No início de 2019 ele começou a se destacar como goleiro nos treinamentos e consequentemente nos campeonatos. “No segundo semestre de 2019, surgiu a oportunidade de participar de uma peneira no Corinthians. O Gabriel foi aprovado e passou a treinar semanalmente com a Seleção Chute Inicial Corinthians no Parque São Jorge. A partir de então, começamos a investir no sonho dele”, destacou.

Após mais de um ano no Corinthians, Gabriel é tido como promissor não só pelos pais, mas também por quem trabalha com ele no dia a dia. Diretor da escolinha Chute Inicial, Kiko destaca as qualidades do garoto debaixo das traves.

“O Gabriel tem flexibilidade, habilidade, impulsão e velocidade de reação. É uma criança muito inteligente, tem a técnica fundamental para ser goleiro, histórico familiar de altura, possivelmente terá estatura avantajada”.

Rafael Cangussu, personal de Gabriel, também ressalta as suas qualidades dentro e fora de campo. “Dentro de campo o Gabriel tem liderança, talento dentro do gol e com os pés. A elasticidade dele também é um ponto mais que positivo, é um jogador muito concentrado na partida e quase não comete erros”, avaliou.

Treinador de Gabriel no Vert Vita Futsal, o Professor Paulista aponta o jovem como um exemplo para os companheiros.

“O Gabriel é muito comprometido com sua evolução a cada dia, é focado nos seus objetivos, um exemplo para os demais atletas da sua categoria, mesmo sabendo que está na fase de amadurecimento”, apontou.

Para atingir esse nível, Gabriel tem uma rotina de treinos que impressiona para a sua idade. Dois dias por semana, ele faz treinamentos em dois períodos, com atividades específicas para o futebol de campo e de salão, além dos treinos com um personal aos sábados. O comprometimento para seguir a rotina, segundo Paulo, é característico do filho, que mantém o mesmo ritmo nos estudos.

“O Gabriel sempre foi dedicado e determinado, faz parte da característica dele. Ele é aplicado nos estudos e isso se reflete na parte esportiva também.”, comentou.

Fora dos campos e quadras, Gabriel é uma criança alegre, generosa e companheira, que gosta muito de estar com a família e amigos. Além de jogar futebol, ele gosta de jogar games no celular. Ao ser perguntado por que gosta tanto de futebol, ele mostra que os valores ensinados pelo esporte são fundamentais em sua personalidade.

“Eu gosto de jogar futebol porque ele me faz muito feliz. O futebol ensina um monte de coisas, como respeito, ajuda, fazer amizades, etc. Não é só um jogo, envolve um monte de coisas que a gente leva para o resto da vida”.

Gabriel venceu uma votação no site Falando de Futsal pela melhor defesa da semana disputando a Copa Paulista d Futsal pelo pelo Vert Vita. Foto: Arquivo Pessoal

Com tamanho foco e qualidade, a expectativa dos pais não poderia ser outra, senão a concretização do sonho do filho em se tornar profissional. Para chegar lá, o caminho será longo, mas Gabriel tem a quem ouvir. As recomendações dos seus professores são quase unânimes: foco nos estudos, dedicação aos treinos e manutenção da humildade demonstrada na infância.

“Estudar muito, continuar  comprometido com os horários e manter os treinos com muita seriedade” – Rafael Cangussu.

“Primeiro o estudo conciliando com o futsal/futebol, estar focado nos seus objetivos e seguir a linha atleta, com boa alimentação, descanso e muito treino” – Professor Paulista.

“Manter a humildade, com força de vontade para não parar de treinar, continuar evoluindo. Desde que foi para o Corinthians, ele não mudou. Às vezes as crianças ficam deslumbradas, mas o Gabriel manteve a humildade, o treino e o tratamento dos amigos” – Kiko.

Com grandes nomes da posição como inspiração, Gabriel encerra apontando suas referências e destacando que não quer fazer a diferença somente debaixo das traves, mas também ser uma inspiração para os demais jovens que sonham em chegar ao mesmo objetivo dele.

“Minhas inspirações são o Navas, do PSG,, o Alisson, do Liverpool, o Taffarel, o Fernando Miguel, do Vasco, e o Fernando Prass, do Ceará. Meu sonho é ser um jogador muito conhecido. Eu também quero ser uma inspiração para muitas crianças como os jogadores são para a gente”, finalizou.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...