Loading...

Aos 18 anos, Eduardo Tanque mostra faro de gol e pode ser opção no time principal do Corinthians

O futebol brasileiro tem sofrido cada vez mais com a ausência de centroavantes, atacantes de referência capazes de marcarem gols. Mas o Corinthians tem, na base, uma opção promissora para o futuro. Aos 18 anos, Eduardo Tanque mostra faro de gol e porte físico que honram o apelido.

Eduardo Tanque está no Corinthians desde o fim de 2019. Foto: Arquivo Pessoal

O jovem chegou ao clube no fim do ano passado após um ano de muito destaque no Tubarão-SC, onde começou sendo artilheiro pelo time sub-17 e terminou brilhando pelo profissional. No Parque São Jorge, Eduardo integrou a equipe sub-23 e já completou dois treinos do time principal mesmo tendo apenas 17 anos.

Em entrevista exclusiva ao DaBase.com.br, o atacante, que se inspira em Adriano Imperador, ex-jogador do clube, descreveu o momento como um “sonho realizado”.

Agenciado por André Santos, ex-lateral-esquerdo corintiano e da seleção brasileira, Eduardo chegou ao Corinthians por R$500 mil, valor pago por 50% dos direitos econômicos, comprados junto ao Tubarão. Como o atleta perdeu o prazo de inscrição na Copa São Paulo, ele acabou seguindo os treinamentos com o time sub-23 até a pandemia.

Nesse período de pausa das atividades, Tanque vem fazendo treinos online coordenados pela preparação física do clube, além de manter trabalhos individuais com um personal. Para ele, o principal desafio será o ritmo de jogo na volta dos jogos.

“O mais difícil será pegar o ritmo de novo, três meses parado não é muito bom para um atleta. Mas desejo que isso passe logo para tudo voltar naturalmente, que as pessoas se cuidem mais. Já fico pensando no ano que vem, estamos caminhando para o fim de 2020”, disse.

Eduardo Tanque já treinou entre os profissionais do Corinthians. Foto: Reprodução/ Instagram

Quem é Eduardo Tanque?

Centroavante de força e marcador de gols, Eduardo Tanque ganhou o apelido ainda em Santa Maria-RS, onde nasceu e começou sua carreira. Do Novo Horizonte, ele defendeu o Inter SM, levando o time da cidade ao título do Estadual Juvenil B, a segunda divisão do Gauchão sub-17, em 2017, quando também foi artilheiro da equipe.

Entre passagens rápidas por Internacional e Grêmio, Eduardo teve uma oportunidade de jogar fora do estado em 2019, quando foi contratado pelo Tubarão. Em Santa Catarina, o atacante foi do sub-17 ao time profissional em oito meses.

No Catarinense Juvenil, ele marcou nove gols e foi o artilheiro isolado do torneio, levando a equipe ao vice-campeonato estadual. Na Copa do Brasil da categoria, foram cinco gols em cinco partidas, avançando até as quartas de final, além de um gol em um jogo pelo time sub-20.

Depois de tanto sucesso na base, Tanque viveu, segundo ele, o momento mais marcante da carreira até o momento, quando estreou profissionalmente com gol. Foram quatro em seis partidas na Copa Santa Catarina, um momento inesquecível.

“Foi um momento muito feliz, recompensou todo o trabalho. Era algo que eu nunca imaginei que aconteceria, mas aconteceu graças a Deus”, celebrou.

Eduardo Tanque fez 19 gols em 24 partidas pelo Tubarão em 2019. Foto: Divulgação/ CA Tubarão

Quem conhece Eduardo de perto é Alysson Rodrigo, que foi treinador da equipe sub-17 do Tubarão no ano passado. Ele elogiou a dedicação e a humildade do jovem atacante.

“O Tanque sempre foi um atleta dedicado nos treinamentos. Demostrava sempre muita vontade de aperfeiçoar suas características e trabalhar suas dificuldades. É um atacante canhoto, de referência, com muita presença de área. Fez um ano de 2019 excelente, com muitos gols”, disse o treinador, que assumirá a equipe sub-20 no retorno das atividades.

“Sempre conversávamos com ele a respeito da continuidade do seu processo de formação. Mesmo jogando profissionalmente com 17 anos, ele continuava em formação. Ele sabia da importância de se cuidar e das responsabilidades que o atleta precisa ter, sempre aceitou e recebeu muito bem essas conversas. Apresentava muita liderança com o grupo de trabalho tanto nos treinos como fora, no dia a dia do clube”

Eduardo não esconde o sonho de ser um dos grandes atacantes do futebol mundial e, um dia, o melhor do mundo. Mas com os pés no chão, ele pretende trabalhar muito para ajudar a família e crescer no Corinthians.

“Sempre quis ser jogador de futebol, muito para poder ajudar minha família. Meu sonho é crescer cada vez mais, trabalhar bastante para ser o melhor do mundo um dia e ajudar minha família”, concluiu.

Veja alguns lances de Eduardo Tanque

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...