Loading...

Álvaro Martins tira lições dos tropeços e mira confronto contra o Palmeiras

Os últimos jogos já são páginas viradas no Ceará, que volta à Cidade Vozão nesta sexta (28) para a quarta rodada do Brasileirão Sub-17. Após duas derrotas longe de casa, a equipe retorna aos seus domínios para enfrentar o Palmeiras, às 15h. Na visão do técnico Álvaro Martins, o duelo será diante de um candidato ao título.

Álvaro Martins projeta somar pontos contra o Palmeiras. Foto: Villener Felix/ CearaSC.com

“Talvez tenhamos sido a equipe que deu mais trabalho ao Flamengo, um concorrente ao título do nosso próximo adversário. Esperamos ser uma surpresa contra o Palmeiras. Queira ou não, vivemos uma situação mais complicada no último jogo, então temos que fazer algo especial contra o Palmeiras”, disse.

Depois de uma estreia vitoriosa, batendo o Atlético-GO por 2 a 1, o Vozão sofreu duas derrotas fora de casa, perdendo por 2 a 1 para o Flamengo e por 1 a 0 para o América-MG. A oscilação, para o treinador alvinegro, que acumula experiência em torneios de base na Europa, faz parte da idade e vem sendo trabalhada para que o desempenho possa ser mais regular nos próximos jogos.

“As lições que tiramos do jogo contra o Flamengo foram muito físicas, tivemos desgaste, fizemos trocas que não sustentaram o nível. No jogo contra o América-MG, foram lições sobre nervosismo, oscilação. Temos que encontrar uma forma melhor de lidar com isso. Eu acho que fizemos um jogo abaixo tecnicamente e taticamente. Claro, o América teve seus méritos, mas tivemos deméritos. Vamos tentar fazer algo melhor contra o Palmeiras para passarmos essa página”.

O Ceará está no 8º lugar do Grupo A do Brasileirão Sub-17, com três pontos. Na chave, apenas os quatro primeiros garantem vaga nas quartas de final. A classificação, segundo Álvaro, que está em sua segunda passagem pelo clube, é um objetivo, mas o técnico ressalta que busca também a evolução além do resultado.

“Estamos buscando a classificação, um objetivo desde o início do campeonato, mas também frisamos o sucesso de outra forma. As questões do jogo contra o Flamengo foram sanadas, foi um desgaste físico muito alto, e contra o América não tivemos que fazer nenhuma alteração. Esses problemas que tivemos no jogo contra o América aconteceram por causa da idade, da  falta de maturidade, os meninos oscilam bastante, foi uma partida abaixo. Temos que pensar em vencer e fazer pontos que não estavam em nossas contas”, finalizou.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...