Loading...

Álvaro Martins projeta momento de virada em duelo contra o Grêmio

O momento é de retomar as vitórias no Ceará. A equipe entra em campo neste sábado (05), às 15h, diante do Grêmio, no CT Hélio Dourado, em Eldorado do Sul, pela quinta rodada do Brasileirão Sub-17. Após três tropeços consecutivos, o técnico Álvaro Martins avaliou os últimos resultados e mostrou uma boa expectativa para o próximo confronto.

Álvaro Martins confia em recuperação do Ceará. Foto: slleylopesfotografo

“Contra o Grêmio, teremos uma disputa mais equilibrada. Estamos com expectativa boa, apesar do resultado contra o Palmeiras ter sido elástico. Vemos as estatísticas e o desempenho de nossa equipe, o placar talvez tenha sido injusto. Eles fizeram mais de 50% das chances deles, fizemos só 10%. Perdemos pênalti, chances, um 5×3 seria mais justo. Mas o desempenho foi interessante e poderíamos ter tido um placar melhor”, disse.

O Vozão é o nono colocado do Grupo A, com três pontos em quatro partidas. Depois de uma estreia vitoriosa diante do Atlético-GO, por 2 a 1, em casa, o time sofreu três derrotas seguidas, para Flamengo, América-MG e Palmeiras. O técnico acredita que o duelo no Sul será o momento ideal de recuperação.

“Tirando o jogo contra o América, que não se salva nada, nos outros três jogos tivemos coisas interessantes. É um processo de aprendizado, há coisas nos jogos que nos mostramos muito capazes. Vamos ver se neste jogo contra o Grêmio mudamos nosso entendimento e nossa forma de jogo”.

Apesar dos resultados, a formação dos atletas é o grande foco do treinador e do clube. Álvaro, que soma experiências em competições de base na Europa e títulos pelo Floresta, acredita que a categoria conseguirá servir bem o profissional. Em sua segunda passagem pelo Vozão, ele destaca a qualidade dos jovens.

“Nossa equipe tem mostrado boas coisas, jogadores capazes de atuar no mais alto nível contra o Flamengo, contra o Palmeiras e Atlético-GO alguns atletas também fizeram uma partidaça. Nossa avaliação enquanto formação de jogadores é que as coisas estão indo bem. Não temos 25 jogadores da mesma geração como outros clubes, mas temos 15, 17 jovens, acho que conseguimos colocar cinco ou seis no profissional em um futuro breve para jogar em alto nível, na Série A”, afirmou.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...