Loading...

Adaptado ao profissional, Carlos Alberto sonha com Libertadores pelo América-MG e espaço na Seleção

Destaque na base, convocado para a Seleção Brasileira Sub-20 e promessa da equipe profissional em 2021. O currículo de Carlos Alberto, mesmo com apenas 18 anos, já mostra números e fatos que colocam o atacante do América-MG na lisa de principais apostas do futebol brasileiro para 2021.

Carlos Alberto é aposta do América-MG para 2021. Foto: Reprodução/ Instagram

O jovem foi integrado ao time principal americano para o início do Campeonato Mineiro. Titular na estreia e utilizado na segunda rodada, ele é uma das maiores apostas da base do clube, conhecida pelo poder de revelar grandes nomes, como Tostão, Euller, Gilberto Silva, Fred, Richarlison e outros.

Carlos abraçou a oportunidade concedida a ele e outros jovens do sub-20 no elenco principal. Em entrevista exclusiva ao DaBase.com.br, o atacante destacou que o time mostrará muita luta para buscar o título estadual.

“Não é um time tão jovem, mas sim uma mescla entre jovens e experientes. O time luta muito, é um grupo que quer crescer bastante em 2011, ultrapassar metas, chegar à final do Mineiro e ser campeão. Pode esperar muita luta, dedicação e, em primeiro lugar, vamos honrar a camisa do América”, disse.

Mas engana-se quem pensa que o atacante sentiu o peso de disputar um campeonato profissional. Ele já havia estreado pela equipe principal no Mineiro de 2020 e, neste ano, a adaptação tem sido ainda mais tranquila. Segundo o jovem, as diferenças para a base são poucas devido ao trabalho integrado no clube.

“Não estou sentindo muita diferença  entre base e profissional desde quando subi. É um clube que apoia, já forma sua mentalidade desde a base, está sempre junto com a mesma metodologia do profissional. Tento dar meu melhor na base ou no profissional, independentemente do adversário, sempre é um jogo que importa muito. Tem alguns aspectos, como o físico, que na base às vezes nos sobressaímos, no profissional não acontece isso”.

Carlos Alberto também traz para a equipe principal americana a experiência da Seleção Brasileira. O jovem esteve presente nas últimas convocações da equipe sub-20 e se destacou com gol nos amistosos preparatórios para o Sul-Americano – adiado devido à pandemia. O jogador contou sobre a chegada à Seleção e os primeiros contatos com o  grupo.

“O professor André Jardine gosta bastante de dialogar, conversar, saber como estamos nos sentindo. Foi um papo tranquilo, ele me deu alguns conselhos, conversamos dentro de campo para melhorar meu jogo. A timidez não foi tanta pois conhecia alguns atletas que joguei junto no Flamengo, como Rmaon e João Gomes. Conheci também o Luiz do Fluminense, deu para enturmar bem e soltar a timidez inicial”, contou.

Carlos Alberto foi campeão de torneio amistoso pela Seleção Brasileira Sub-20. Foto: Lucas Figueiredo/ CBF

Trajetória

Carlos Alberto é natural de João Pessoa, na Paraíba, onde começou a carreira no futsal. Aos 12 anos, ele migrou para os gramados, atuando em projetos da cidade.

Sua primeira oportunidade veio no Flamengo em 2016. Após defender o time carioca por dois anos, o atacante se mudou para Minas Gerais, onde ganhou destaque com a camisa do América. Foram 16 gols nas três últimas temporadas, que o levaram à Seleção Brasileira  e ao time principal.

Para 2021, o atacante tem objetivos claros:  se destacar e ser campeão mineiro, fazer uma boa Série A, ser importante para o clube e convocado mais vezes para a Seleção. Focado no presente, Carlos não deixa de sonhar com o futuro. O jovem conclui dizendo que tem como sonho levar o Coelhão à Libertadores e honrar cada camisa que vestir em sua trajetória no futebol.

“Por eu ser um cara muito novo no futebol, eu quero muito ainda levar o América à Libertadores, deixar meu nome gravado na história do clube, jogar uma Champions League, uma Copa do Mundo, e por onde passar, deixar meu legado. Deixar o Carlos batalhador, que sonha e vai em busca de seus objetivos. Ser uma pessoa melhor que ontem e defender a camisa que visto”, encerrou.

Deixe sua opinião

Jornalista apaixonado por qualquer espécie de futebol
Loading...